Ninguém olha duas vezes para o seu CV? Descubra porquê

Cuidado com a imagem que põe no seu currículo
Cuidado com a imagem que põe no seu currículo

Tem a sensação de que ninguém olha para o seu currículo? Ana Rita Rosário, Community Manager da <a href="http://www.rayhumancapital.com/" target="_blank">Ray Human Capital</a>, explica o que está a fazer mal.

Chegou o momento! O currículo, o instrumento
primário de marketing pessoal que enviou para aquele processo de
recrutamento, vai ser posto à prova. É o tudo por tudo e o tempo
começa agora: 10 segundos, estamos em contagem decrescente.


10″

O CV vem com fotografia. E uma imagem ainda
vale mais do que mil palavras. Foi tirada numa festa, possivelmente
num casamento. Olhamos de imediato para os dados pessoais e quando
ainda não estamos a criar expectativas deparamo-nos com o seguinte
contacto de email: princesinha54kitty@xxx.com. Temos vontade de
perguntar ao candidato porque decidiu colocar uma fotografia e um
email tão pouco profissionais?


8″

Seguem-se as experiências. Os parágrafos são muito
extensos e confusos. Não estão discriminadas datas nem
características de cada função e encontramos vários erros
ortográficos. Começamos a acreditar que o tempo despendido a editar
o currículo foi pouco. Continuamos?


6″

Procuramos informação no perfil que se adeque
à posição e estamos a ter imenso trabalho. O candidato acabou por
responder a um anúncio sem garantir que o seu currículo estava
adaptado ou correspondia ao que era pretendido. Pensamos em desistir?


4″

Saltamos para a formação académica onde
ainda acreditamos encontrar justificação para a resposta ao
anúncio. Somos surpreendidos pela enumeração de todas as
disciplinas dos três anos de licenciatura e caminhamos dolorosamente
para a terceira página de currículo. Demasiado académico?


2″

Competências de comunicação, organização,
técnicas, informáticas e ainda outras. Esta terceira página é uma
cópia do Europass. As competências estão lá, mas não temos um
único exemplo que as justifique e já as vimos em dezenas de outros
currículos. Igual a todos os outros?


0″

Terminaram os 10 segundos. Temos centenas de
outros currículos para analisar. No meio de erros ortográficos, uma
fotografia pouco profissional, informação sobre a experiência
profissional desajustada e nenhuma ligação à função, não restam
dúvidas: para este processo não vamos precisar de olhar uma segunda
vez para este currículo.

Ana Rita Rosário, Community
Manager da Ray
Human Capital

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
GSFJ2392

“A sustentabilidade dos media depende de todos nós”

Alexandre Fonseca - CEO da Altice Portugal

Fotografia: Gerardo Santos

Alexandre Fonseca sobre 5G: “Portugal hoje posiciona-se na cauda da Europa”

Sebastião Lancastre, Easypay

Easypay. “Para sermos relevantes para os clientes temos de ouvi-los”

Outros conteúdos GMG
Ninguém olha duas vezes para o seu CV? Descubra porquê