Emprego

NOS abre programa de estágios. Tem 30 vagas

Miguel Almeida, CEO da NOS
Miguel Almeida, CEO da NOS

A operadora tem estágios para Lisboa e Porto. Procura jovens recém-formados em diversas áreas. Os estágios são remunerados.

A NOS abriu candidaturas para o programa de estágios NOS Alfa. Tem 30 vagas dirigidas a jovens recém-formados que podem obter deste modo um estágio remunerado na operadora durante um ano.

O processo de seleção decorre até final de fevereiro e o estágio tem início em outubro de 2016. “Há estágios em Lisboa e no Porto”, diz fonte oficial da NOS ao Dinheiro Vivo.

A empresa procura jovens recém-formados, com mestrado em áreas de formação diversificadas e com experiência profissional máxima de um 1 ano. Os estágios são remunerados, mas a NOS não adiantou qual o valor que será proposto aos futuros trainees.

“O programa pretende identificar e captar jovens que têm em comum capacidades e potencial para vivenciar as diferentes carreiras que a NOS proporciona e promover o seu desenvolvimento profissional e pessoal”, promete a empresa liderada por Miguel Almeida. ” Acolhimento, mentoring, rotação entre duas áreas diferentes após os primeiros seis meses de estágio e formação são as principais fases do programa.

 

Saiba mais sobre o NOS Alfa e como se candidatar aqui

A formação será feita no que a empresa descreve como o NOS Campus – a Universidade Corporativa da NOS. “O NOS Campus não tem um campus físico. A NOS estabelece parcerias com as melhores universidades e entidades formadoras portuguesas e internacionais, realizando as formações em diferentes espaços (edifícios NOS, instalações dos parceiros ou em outros locais definidos)”, explica fonte oficial da companhia ao Dinheiro Vivo.

Veja aqui outras empresas que também estão a contratar

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

NOS abre programa de estágios. Tem 30 vagas