O que as cores dizem sobre si

Qual é a sua cor?
In Styleland - Image and Communication Consulting e autora do blogue com o mesmo nome, explica."> Qual é a sua cor?

As cores afetam a emoção e a razão. Estas têm a capacidade de influenciar a imagem que projetamos e o modo como nos sentimos, mas também refletem a nossa personalidade. Pelo facto de estarem associadas a valores e a mensagens, é importante conhecer o seu significado. Rita Carvalho, consultora de Comunicação e Imagem na In Styleland - Image and Communication Consulting e autora do blogue com o mesmo nome, explica.

As cores podem valorizar ou prejudicar o seu tom de pele ou tipo
de corpo. Quando usada junto ao rosto, uma cor pode acentuar o
cansaço, rugas, marcas de expressão, olheiras ou manchas. Ou pelo
contrário, contribuir para um ar mais jovem, luminoso e saudável.
Sem esquecer, que as cores podem evidenciar certas zonas do corpo,
“aumentar” o seu volume ou fazê-lo parecer mais alto e magro.

1. Temperatura, Intensidade e Luminosidade

Ao escolher as cores que mais favorecem o seu tipo de pele, olhos
e cabelo, tenha em conta a sua temperatura (tonalidades quentes –
vermelho, laranja, amarelos e tons terra – e frias – azul, lilás,
violeta e cinza); intensidade (claras, médias ou escuras) e
luminosidade (tons pastel ou cores vivas). Faça um teste de cores
para identificar as que mais favorecem o seu tipo de pele e usá-las
junto ao rosto (casacos, camisas, blusas, lenços e gravatas).

2. A escolha das cores em função do tipo de corpo

As cores escuras e opacas têm o efeito de adelgaçar a silhueta,
enquanto que as tonalidades claras e brilhantes aumentam o volume.
Além disso, as cores vibrantes destacam o corpo, enquanto que as
tonalidades sóbrias ajudam a suavizar. Como tal, pode usar os tons
mais sóbrios nas partes do corpo que pretende disfarçar e realçar
os pontos positivos com as cores mais vivas.

As pessoas com mais curvas devem optar por cores mais neutras e
escuras, que diminuem o volume da silhueta. A escolha de uma cor
única (vestido) também alonga a silhueta, pelo que deve evitar
grandes contrastes de tons na sua roupa.

Quem tem um corpo mais magro e quer aumentar a silhueta, deve
optar pelas cores mais claras e coloridas.

3. Cores que rejuvenescem ou envelhecem

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, o preto e os
tons de cinza mais escuros podem envelhecer o rosto, assim como os
tons pastel, que podem dar um ar mais cansado. Neste caso, pode
substituir o negro pelo azul-escuro ou castanho. Ou então, usar um
lenço, colar ou gravata num tom mais vivo. Contudo, se tem um tom de
pele avermelhado ou rosado, evite usar estes tons junto ao rosto.

4. Cores para ambientes mais formais ou informais

Os tons suaves e neutros – preto, azul-escuro, castanho,
cinzento, bege e branco – são sempre boas opções para ambientes
mais formais, nos quais é valorizada a discrição e a elegância.
Por serem ambientes mais conservadores, use as clássicas combinações
de preto e branco, azul e branco e bege e preto. As cores vivas devem
ser usadas com moderação, mas evite os tons berrantes.

Ambientes profissionais mais criativos, dinâmicos, artísticos e
jovens são, habitualmente, mais recetivos a peças e combinações
mais inovadoras e chamativas. Ou seja, num meio informal tem a
oportunidade de revelar mais a sua personalidade e gosto pessoal.

O que as cores dizem sobre si

Branco – Aumenta a silhueta e suja-se com mais facilidade. É uma
cor que ilumina, transmite pureza, frescura, paz e simplicidade. As
pessoas que preferem o branco são, muitas vezes, perfeccionistas,
diplomáticas, sinceras e espirituais. Uma camisa branca é uma peça
versátil e um básico a ter no seu guarda-roupa.

Preto – Afina a silhueta. É uma cor sensual, misteriosa e
sofisticada. Transmite elegância, poder e autoridade. Para uma
entrevista de emprego, não deve ser a cor dominante do seu visual,
já que revela distância. Além disso, no caso dos homens, o fato ou
gravata preta apenas é indicado para funerais ou eventos à noite.
Use-a em blazers, calças, saias e sapatos.

Cinzento – Adelgaça a silhueta. Apesar de ser uma cor triste,
transmite sobriedade, elegância e segurança. Como é um tom neutro
combina com quase todas as cores. É uma boa opção para o ambiente
de trabalho e para entrevistas de emprego. Ideal para fatos
completos, vestidos, calças e saias.

Encarnado – Pode aumentar a silhueta e desperta a atenção. É
uma cor extrovertida, que transmite energia, calor, intensidade e
poder. Demonstra uma personalidade forte, corajosa, dinâmica e
proativa. Associada à sensualidade e à paixão, deve ser utilizada
com moderação, pois em excesso pode tornar-se cansativa, vulgar e
agressiva. Evite o contraste com o preto, substituindo-o pelos tons
cinza, brancos ou beges. É ideal para casacos, camisolas, lenços e
gravatas.

Amarelo – O amarelo é uma cor quente. As pessoas que gostam do
amarelo costumam ser otimistas, sociáveis, tolerantes e abertas.
Realça, ilumina e transmite alegria e jovialidade. Pode aumentar a
silhueta, por isso deve ser usado com cuidado. Deve ser usada apenas
como apontamento em ambientes mais formais.

Laranja – Transmite energia, criatividade e alegria. Pode aumentar
a silhueta, por isso deve ser usado sem excessos. Transmite a ideia
de uma personalidade estimulante e que tem novas ideias. Combinações
com cores neutras (bege, castanho, cinza e branco) são as mais
apropriadas.

Azul – É a cor preferida de 46% dos homens e 44% das mulheres,
sobretudo das pessoas mais conservadoras. Associado a valores como a
confiança, a simpatia, a estabilidade, a tranquilidade e a harmonia.
Os tons mais escuros podem afinar a silhueta, enquanto que os mais
claros “aumentam”. A cor ideal para quem quer causar uma boa
primeira impressão. O azul-marinho transmite integridade, confiança,
sobriedade e domínio. Recomendada para um homem usar numa entrevista
de emprego. Além disso, é uma cor indicada para uma reunião de
direção ou para encontros estratégicos.

Castanho – De todas as cores, o castanho é a cor menos apreciada.
Transmite resistência, regras, uniformidade e é pouco sofisticada.
Não use um fato castanho numa entrevista ou numa reunião de
negócios. Indicada para calças, saias e sapatos.

Bege – Esta cor revela que é elegante e acessível. Por ser um
tom neutro, pode conjugar com cores mais vivas. Ideal para fatos,
casacos, calças e saias.

Bordeaux – Transmite a ideia de clássico e requinte. Uma ótima
cor para uma malha de lã ou camisa polo. Afina a silhueta.

Verde – Quem gosta muito de verde são os amantes da natureza e da
paz. Revela uma personalidade amigável, calma e estável. Ao usar o
verde vai transmitir segurança e equilíbrio.

Violeta e roxo – Uma cor associada à criatividade, ousadia,
extravagância e prosperidade. Transmite a ideia de uma personalidade
mais artística, espiritual e pacificadora. Ideal para camisolas e
gravatas. Os tons escuros são uma boa opção para situações mais
diplomáticas e reuniões de negócios.

Rosa – Esta cor calmante está associada ao romantismo, harmonia,
sensibilidade e graciosidade. Também é recomendada para uma reunião
com uma audiência feminina. Contudo, não é aconselhável para
passar uma imagem de confiança e controlo. O cinzento é uma boa
combinação, quando usada em camisolas, casacos e gravatas.

Um bom guia para ajudá-lo a decidir qual é a melhor cor a usar
em cada ocasião. Assim, na hora de ir às compras ou de escolher as
peças que vai vestir já sabe o que as cores dizem sobre si.

Veja mais conselhos no blog de Rita Carvalho ou na página de
Facebook
da consultora de Comunicação e Imagem.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
O que as cores dizem sobre si