Conselhos

Os 10 erros de maquilhagem para o trabalho mais frequentes

ng3890395

A maquilhagem para o trabalho deve ser natural e uniformizar o tom de pele, disfarçando as olheiras, as manchas, as marcas e as borbulhas.

É a grande aliada das noites mal dormidas e pode dar-lhe aquele ar saudável e radioso que todas as mulheres desejam. Mas os excessos, os produtos inadequados e a sua aplicação incorrecta podem dar um aspecto envelhecido ou evidenciar pontos menos positivos do seu rosto.

1. Excesso de maquilhagem

Evite ficar com um ar muito carregado, usando tons escuros nos olhos e nos lábios, assim como muita base, blush ou pó bronzeador. Quanto mais fluída for a base, mais natural é o resultado final, pois as texturas compactas criam uma sensação de máscara na pele. As sombras brilhantes e o gloss com cor para os lábios também não são adequados para o contexto profissional. Use os produtos de forma moderada e equilibrada. Por isso, maquilhe-se num local bem iluminado, de preferência com luz natural e com um espelho que mostre todo o rosto.

2. Escolher o tom da base errado

Muitas mulheres querem ficar com uma pele mais bronzeada e usam uma base mais escura, do que o seu tom de pele, ficando a notar-se a diferença de cor do rosto para o pescoço, o que resulta num efeito artificial. O ideal é que a cor da base se funda com o tom de pele natural. Como tal, na hora de comprar experimente a base na linha do maxilar, de forma a avaliar qual o tom mais indicado para si.

3. Confundir o iluminador com o corretor

Quando pretende disfarçar as olheiras, o corretor é o produto mais indicado. Enquanto que o iluminador serve para dar um toque de luz ou volume ao rosto, o corretor uniformiza a tez da pele, corrige olheiras e disfarça certas imperfeições, como manchas, marcas ou borbulhas.

4. Maquilhar muito os olhos, sem uniformizar o tom de pele

Esta é uma das situações mais habituais. Contudo, antes de maquilhar os olhos deve uniformizar o tom de pele, aplicando a base ou um creme com cor, o corrector e o pó solto ou compacto, sobretudo se tiver uma pele com imperfeições.

5. Aplicar pó bronzeado no rosto todo

Se não tem a pele bronzeada, então não aplique o pó bronzeador em todo o rosto. Tal como a base mais escura, vai notar-se a diferença da face para o pescoço e em relação às mãos. O ideal é que a pele fique levemente bronzeada, pelo que o tom do pó bronzeador deve ser no máximo dois tons acima da sua pele (pele clara ou morena clara e pele morena a negra). Aplique o pó bronzeador somente nas áreas onde costuma ficar queimada pelo sol. Imagine um W no seu rosto, partindo das têmporas (região ao lado dos olhos), passando pelas maçãs do rosto, do nariz e do queixo.

6. Sobrancelhas desalinhadas e sem forma

As sobrancelhas são importantes para dar uma maior expressividade ao rosto. Por isso, devem estar arranjadas e respeitar o formato do rosto. Sobretudo, não queira ostentar uma mono-sobrancelha no trabalho, tal como a Frida Kahlo. Evite também as sobrancelhas definitivas, que são uma espécie de tatuagem feita por cima do desenho da sobrancelha, pois além de ficarem artificiais se não gostar de se ver não tem depois como alterar a sua forma.

7. Lápis de olhos apenas na parte inferior

Não aplique apenas o lápis na zona inferior do olho, pois em vez de levantar o olhar vai realçar ainda mais as olheiras e ficar com um olhar descaído. É preferível fazer um risco na parte superior do olho, junto às pestanas, e depois se quiser complementar faça-o também na parte inferior. Os cotonetes são preciosos aliados para corrigir quaisquer falhas na aplicação, por isso tenha-os sempre à mão. Para ficar com um look mais natural e neutro, em vez do preto, experimente usar um lápis castanho, em olhos castanhos e verdes, e um lápis cinzento, em olhos azuis.

8. Pestanas coladas

Muitas vezes para engrossar as pestanas finas e claras é necessário aplicar mais do que uma camada de máscara. Porém, tenha atenção para não ficar com as pestanas coladas, ao estilo dos anos 60. Um bom truque para conseguir umas pestanas maiores é utilizar um revirador de pestanas, antes do rímel. Depois comece a aplicação nas pestanas superiores, aplicando-a desde a raiz e fazendo um movimento ziguezague até às pontas. Este truque ajuda a dar volume e a separar mais as pestanas. Faça o mesmo nas pestanas inferiores, mas neste caso de cima para baixo, e também desde a raiz. Para evitar que estas fiquem coladas, passe um pente de sobrancelhas, depois de aplicar o rímel, para tirar o excesso e separar as pestanas.

9. Lápis de lábios mais escuro do que o batom e fora do contorno

Para delinear o contorno dos lábios, use sempre um lápis da mesma cor do batom e nunca mais escuro, de modo a não ficar com o risco visível. O objectivo é ficar com o ar o mais natural possível. Do mesmo modo, evite usar o lápis de lábios fora do seu contorno para aumentar a boca, pois se não for bem feito vai notar-se. Neste caso, prefira usar batons que aumentem o volume dos lábios ou tons mais coloridos e cremosos. Mas evite lábios com cores muito vivas e muito brilho, em ambientes profissionais mais formais ou se estiver em contacto com o público.

10. Dormir com a maquilhagem

Mesmo que chegue exausta no final do dia deve remover a maquilhagem, antes de ir dormir. Ao longo do dia, a pele transpira, acumula impurezas, óleo e poluição, pelo que é necessário limpar a cara para não asfixiar a pele. Esta rotina evita problemas como o acne ou outras infecções, assim como os poros abertos e os pontos negros. Se usar produtos à prova de água ou de longa duração, utilize um desmaquilhante específico para os olhos e os lábios, de forma a remover com suavidade todos os resíduos.

Por Rita Carvalho, Consultora de Comunicação e Imagem

In Styleland – Image and Communication Consulting

Blogue: www.instyleland.com

Facebook: https://www.facebook.com/InStyleland

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Os 10 erros de maquilhagem para o trabalho mais frequentes