aviação

Trabalhadores alemães da Ryanair em greve na quarta-feira

REUTERS/Yves Herman
REUTERS/Yves Herman

Dois sindicatos alemães convocaram uma greve de pilotos e pessoal de bordo da companhia de aviação Ryanair para quarta-feira

Dois sindicatos alemães convocaram uma greve de pilotos e pessoal de bordo da companhia de aviação Ryanair para-feira, por falta de uma resposta satisfatória sobre condições salariais.

O sindicato Cockpit convocou os pilotos da Ryanair na Alemanha para uma paralisação de 24 horas, a partir da 01:00 de quarta-feira.

A decisão do sindicato dos pilotos foi apoiada pelo sindicato Ver.di, de pessoal de bordo, que convocou uma greve destinada aos funcionários da Ryanair no país, durante o mesmo período.

As decisões das organizações que representam os trabalhadores alemães da Ryanair foram anunciadas na segunda-feira à noite.

Hoje, a Ryanair apelou os pilotos a não aderirem à paralisação de quarta-feira.

“Dado que efetuamos contratos locais e melhorámos os pagamentos não há justificação para novas paragens”, disse a companhia de aviação irlandesa através de um comunicado.

No mês de agosto, os pilotos da Ryanair, companhia de voos de baixo custo, organizaram uma série de greves em vários países europeus, incluindo Portugal, e que levou ao cancelamento de 400 voos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: João Manuel Ribeiro/Global Imagens

Número de desempregados é o mais baixo dos últimos 28 anos

Fotografia: João Manuel Ribeiro/Global Imagens

Número de desempregados é o mais baixo dos últimos 28 anos

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

As razões de Teixeira dos Santos – e aquilo que nunca soube

Outros conteúdos GMG
Trabalhadores alemães da Ryanair em greve na quarta-feira