Trabalho

Qual é o melhor mês para procurar emprego? Não é setembro

2-desemprego

Pode parecer a altura ideal do ano, dada a rentrée, mas os especialistas em recrutamento têm uma visão diferente.

Acabaram-se as férias e setembro marca, além do regresso às aulas, a retoma de funções na maioria das empresas. O oitavo mês do ano pode por isso parecer a altura ideal para enviar currículos, mas os especialistas em mercado laboral dizem que não é bem assim.

Apesar de ser em setembro que “as empresas regressam à atividade normal e começam a preparar os objetivos do ano seguinte”, o diretor da Experis (uma das empresas da ManPowerGroup), José Julián Sánchez, lembra, numa entrevista ao El Confidencial, que após a rentrée existe sempre uma fase de análise que dura algumas semanas, sendo por isso outubro o mês ideal para submeter candidaturas.

É apenas depois desse processo de avaliação que as organizações definem as suas necessidades em termos de mão de obra para responder aos objetivos definidos internamente.


Conheça também O maior erro a evitar numa entrevista de trabalho


A mesma teoria é corroborada pelo diretor-geral internacional do site Trabajando.es e da HR-Consulting. Também ouvido pela publicação espanhola, Javiér Caparrós diz até que o melhor prazo para procurar emprego não-sazonal estende-se até dezembro.

Caparrós ressalva, no entanto, que o trimestre anterior a agosto, ou seja, maio, junho e julho podem ser meses igualmente bons para se candidatar a trabalhar em empresas que, por norma, preferem fechar o processo antes do início do novo ano laboral.

Sobre o pior mês para procurar trabalho, as opiniões não divergem: Tanto José Sánchez como Javiér Caparrós concordam que agosto é a pior altura, visto que, historicamente, é a altura em que a grande maioria das firmas tiram férias.

“Na verdade, em agosto, qualquer grande empresa está de férias”, diz Sánchez, ao que acrescenta Caparrós: “Agosto é um mau mês para iniciar a pesquisa, porque nenhum processo é ativado nas empresas”.

Estas perspetivas acabam então por contrariar as conclusões de um estudo feito pela CV-Coach em 2014, onde ficou apurado, no caso do mercado laboral espanhol, que era em setembro que mais de 70% das pessoas enviava currículos às empresas.

Dezembro. O mês da discórdia

Apesar das opiniões semelhantes entre os dois representantes das recrutadoras, as visões sobre o último mês do ano dividem-se. Sanchéz diz que dezembro se enquadra no grupo dos bons meses para procurar emprego, mas Caparrós diz que não.

“Talvez, para iniciar o processo, dezembro não seja um bom mês. As empresas voltadas para o futuro fecham os orçamentos em setembro, então o processo de seleção começa em outubro, pode ser prorrogado até novembro e em dezembro, geralmente é fechado”, explica o diretor-geral internacional da Trabajando. No entanto, contrasta, “em empresas menos pró-ativas, os orçamentos do ano seguinte podem ser aprovados em dezembro, ospelo que os procedimentos de seleção podem abrir a partir daí”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeira greve da história da Autoeuropa realizou-se a 30  de agosto. Fotografia: JFS / Global Imagens

Autoeuropa com seis listas para a comissão de trabalhadores

Fotografia: MIGUEL A. LOPES/ LUSA

OE2017: Défice desce para 1,9% do PIB no primeiro semestre

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa durante a cerimónia de inauguração da nova área de produção da Bosch Security Systems, na zona Industrial de Ovar. Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo espera défice de 1,5% para este ano e crescimento de 3,2%

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Qual é o melhor mês para procurar emprego? Não é setembro