Quer parecer um profissional competente? Pare de dizer estas 7 frases, já

ng4329642

A forma como se apresenta no local de trabalho é importante, mas como fala com os outros é ainda mais importante. Lolly Daskal, presidente e CEO da Lead From Within, dá uma série de pistas em relação às frases, muito comuns, que deve evitar. É motivo para dizer "para bom entendedor, meia palavra basta".

1. “Não tenho a certeza”. Sempre que diz isto, está a passar a mensagem de incerteza e falta de confiança nos seus conhecimentos. Assim, você marca o tom com que encoraja os outros a responder com refutações infundadas.

2. “Falando honestamente…” Esta frase leva os outros a pensar que está a tentar esconder alguma coisa. Sugere também que há vezes em que você não fala verdade.

3. “Lamento muito”. É bom pedir desculpa, mas há local e hora apropriados para o fazer. Estar constantemente a dizer isto perde o verdadeiro sentido, podendo dar a ideia de que não está a ser sincero.

4. “Literalmente”. É usada constantemente por muitos em qualquer discurso. Mas a verdade é que esta palavra é completamente desnecessária. A melhor estratégia é, literalmente, deixar de a usar.

5. “Tipo” em vez de “Como…” Usada muito no discurso empresarial dos anos 80, a palavra em inglês “Like” continua útil. Mas, porque ganhou novos sentidos, está a ser substituída por sons como “ummmm”. Não fica mais jovem, mas dá uma perceção diferente da sua inteligência.

6. “Vou tentar”. É uma frase que faz diminuir a perceção que os outros têm de si, do seu trabalho e da sua vontade. Dizer “vou fazer” indica convicção e que “vou tentar” denuncia incerteza.

7. “Está a perceber o que estou a dizer?” Pode ter vários sentidos: que quer ter a certeza que o seu interlocutor ouve bem ou que você não tem a certeza da eficácia do seu discurso. Se quer ter a certeza que o outro está a entender o que lhe está a dizer, olhe para ele e faça outras perguntas, no âmbito da conversa, para obter pistas.

Ler também:Guia rápido para se vestir bem e causar boa impressão

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Altice sobre compra TVI. “Estado perdeu 200 milhões num ano”

Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Altice sobre compra TVI. “Estado perdeu 200 milhões num ano”

Combustíveis

Petróleo sobe em flecha. “Não haverá impacto perturbador nas nossas algibeiras”

Outros conteúdos GMG
Quer parecer um profissional competente? Pare de dizer estas 7 frases, já