Quer ser forte no escritório? Não revele nada da sua vida

Don Draper (Jon Hamm), da série Mad Men, é o exemplo do executivo misterioso
Don Draper (Jon Hamm), da série Mad Men, é o exemplo do executivo misterioso

Para ter uma imagem forte no trabalho, partilhe apenas a informação essencial sobre a sua vida com os seus colegas ou chefes. Revelar mais do que é preciso, e de forma errada, pode fazer os outros criarem uma imagem negativa e errada de si, enfraquecendo assim a sua progressão na carreira.

Esta é a principal conclusão da TalentSmart, que analisou mais de 1 milhão de pessoas e descobriu que 90% dos cargos de topo são ocupados por pessoas com uma inteligência emocional superior, o que faz com saibam muito bem o que devem e não devem revelar sobre si no trabalho, em beneficio da sua carreira.

Convém referir que inteligência emocional refere-se “à capacidade para reconhecer os nossos sentimentos e os dos outros e para bem gerir as emoções em nós e nas nossas relações”, define o psicólogo norte-americano Daniel Goleman.

Para ser uma pessoa deste género – que lê muito bem os outros e só dá a informação que quer sobre si no trabalho, segundo Travis Bradberry, author da Emotional Intelligence 2.0, no Inc.- , saiba quais os 12 erros que é preciso evitar:

1. Nunca diga que odeia o emprego. Esta é a última coisa que deve dizer aos colegas, pois vai ser visto como uma pessoa negativa e que baixa a moral da equipa. Os chefes ficam desconfiados e com a convicção de que é uma pessoa em que não se pode confiar para trabalhar em grupo.

2. Nunca diga que os outros são incompetentes. Haverá sempre pessoas incompetentes em qualquer trabalho e todos sabem quem são. Se não tem poder para as demitir, então também não as deve denunciar, pois pode parecer que você está a querer parecer melhor, o que fará os outros terem uma opinião negativa a seu respeito.

3. Não revele quanto ganha. Partindo do princípio de que é impossível haver justiça perfeita nas remunerações, revelar o seu salário dá aos colegas uma medida direta de comparação. Assim que souberem o seu salário, haverá sempre alguém que achará injusto. E nunca mais será visto como antes.

4. Não revele as suas crenças religiosas e políticas. Crenças políticas e religiosas estão demasiado ligadas à identidade de uma pessoa para serem discutidas no trabalho sem incidentes. Confrontar alguém sobre o valor das suas convicções pode ser o maior insulto de sempre. Por isso, escute os outros e respeite as suas convicções.

5. Nem o que faz no Facebook. Uma das situações que o seu chefe não vai querer ver, de certeza, quando se ligar ao Facebook é uma fotografia sua em trajes menores e de chinelos, a beber uma cerveja. Ou a fazer comentários inapropriados, com amigos estranhos ou em situações incómodas. Conselho: Não faça os colegas do trabalho seus amigos no Facebook. Opte pelo Likedin e reserve o Facebook para os outros.

6. Nem tão pouco o que faz no quarto. Relatos sobre a vida sexual devem estar completamente fora da vida do escritório. Além de poder ser gozado, há colegas que se podem ofender. É uma linha que nunca se deve ultrapassar, sob pena de se ficar com má reputação.

7. Ou o que os outros fazem no quarto. Não há coisa mais desagradável do que as imagens da vida sexual de colegas no nosso cérebro. Cria uma imagem negativa de quem faz este género de especulação. Do mesmo modo, fazer considerações sobre a orientação sexual dos colegas é condenável.

8. Não diga que anda atrás do trabalho de alguém. Anunciar esta ambição, entrando em conflito direto com os interesses de outra pessoa, pode parecer uma atitude egoísta e indiferente para com quem trabalha consigo. Os bons empregados trabalham para o bom desempenho da equipa e esta é uma atitude egoísta e negativa.

9. Não recorde quanto era rebelde no liceu. Lá por ter feito algo estranho ou estúpido há 20 anos, não significa que os seus colegas acreditem que esteja agora responsável. Noites de farra e abusos vários são episódios que fazem parte do crescimento de cada pessoa, mas recordá-los é não ter a noção do limite do que é do passado tem de ficar no passado, fora do escritório.

10. Não diga quão bêbado gosta de ficar. Vangloriar-se da bebedeira do fim de semana não vai fazer com que os seus colegas o achem divertido. Ao contrário, irão vê-lo como uma pessoa imprevisível, imatura sem grande juízo. Há muita gente com má impressão sobre o álcool e drogas para você revelar-lhe o quando gosta disso

11. Evite piadas ofensivas. Piadas de mau gosto fazem os colegas sentirem-se mal e fazem-no horrível. Nunca se sabe quem ouve a piada ou se a sua experiência de vida faz com que leve os temas da piada muito a sério. Além de que, normalmente, as piadas ofensivas têm muito menos graça do que as piadas inteligentes.

12. Não espalhe que vai ser contratado por outra empresa. Uma vez que diz que está prestes a sair, rapidamente passa a ser uma perda de tempo para os seus colegas. Há também a possibilidade de que este passo não seja bem sucedido, por isso é melhor esperar até que tenha encontrado um emprego antes de contar a alguém.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Zalando é uma das maiores empresas de moda online a nível europeu. (Fabrizio Bensch/REUTERS)

Zalando sai de Portugal um ano depois de investir 3 milhões

( Filipe Amorim / Global Imagens )

Atlético de Madrid propõs ao Benfica 126 milhões de euros por João Félix

Fotografia: Pedro Rocha/Global Imagens

Governo questiona RTP sobre não transmissão de Jogos de Minsk

Outros conteúdos GMG
Quer ser forte no escritório? Não revele nada da sua vida