Turismo

Quer trabalhar num navio? Esta feira vai pô-lo a navegar

Mystic Explores. Imagem: DR
Mystic Explores. Imagem: DR

Empresas de cruzeiros e transporte turístico marítimo contratam tripulantes para alimentar planos de expansão. Feira acontece a 7 de março, em Lisboa

A série Below Deck [Barcos com Amor na versão portuguesa] despertou o interesse público para os segredos dos camarotes dos iates privados e, em março, há uma feira que promete colocar os portugueses a navegar como tripulante num destes luxuosos navios.

A 4ª Feira Internacional de Emprego & Congresso – Trabalhar num Navio realiza-se a 7 de março e tem centenas de vagas de emprego para navios de carga, passageiros, navios cruzeiro, iates ou até ferries.

São “carreiras internacionais, onde se sublinha o crescimento profissional, através da inovação da gestão e das tecnologias, das viagens e da multiculturalidade, em paralelo com a oferta de remunerações acima da média, em condições favoráveis à poupança”.

E algumas das empresas presentes já levantaram um pouco do pano. É o caso da Mystic Cruises, de Mário Ferreira, que pretende recrutar para o seu navio World Explorer, com capacidade para 110 tripulantes.

Também a Virgin Voyages de Richard Branson vem a Lisboa para preencher vagas para os quatro novos navios que pretende receber até 2023. O mesmo acontece com a Viking Cruises que recebe 16 novos navios até 2022 o que obriga a esticar o quadro de pessoal.

A feira é de entrada livre, apenas é necessária uma inscrição prévia neste site. O evento destina-se a estudantes e profissionais das áreas de convés, engenharia, máquinas, eletricidade, restauração, hotelaria, turismo, lojas, saúde, beleza, desporto, animação, audiovisual, segurança, entretenimento, eletricidade, ar condicionado ou manutenção hoteleira.

No ano passado registou 1500 visitantes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Quer trabalhar num navio? Esta feira vai pô-lo a navegar