Raquel Henriques. De atriz a campeã de bikini fitness

ng4469857

Tornou-se conhecida dos portugueses depois de entrar em telenovelas como "Queridas Feras", "Saber Amar", "Último Beijo", "Anjo Selvagem" ou no reality show "Big Brother VIP", entre outros. Mas o "trabalho na TV começou a faltar" e Raquel Henriques decidiu ocupar a sua cabeça com outra paixão, o fitness, que hoje assume o estatuto de profissão na sua vida.

Ao Dinheiro Vivo, a atriz de 37 anos, mãe de um filho, explica como vive do bikini fitness, modalidade “mais elegante, mais suave e sem o exagero dos músculos do culturismo”. Assume que compensa financeiramente. “Tenho a sorte de ter sponsors, não só para poder fazer as viagens das competições, como dar a cara pelas marcas”, diz Raquel Henriques.

E uma dessas marcas, que ajudam a atriz a crescer no fitness é a Prozis, segunda plataforma de suplementos desportivos que mais vende no mundo, e a Runtastic, dispositivo para monitorizar o dia, esperando muito em breve fechar com outra grande marca da área.

E o trabalho normal de fitness também compensa, pois tem clientes/seguidoras muito leais. “Tenho consciência do produto que sou e vendo, além de ter aquela parte de ser já conhecida do público”, assume a também atleta Prozis Portugal.

A carregar player...

A primeira participação de Raquel Henriques numa competição nacional ocorreu em 2012, tendo ficado em 3.º lugar entre 14 atletas. Mas tudo mudou, quando foi contactada por Paul Dillet um dos maiores bodybuilders do mundo, atual dono da World Beauty Fitness e Fashion INC (WBFF), dizendo que tinha visto a sua prova e que tinha todas as qualidades para competir a nivel mundial.

Aceitou, preparou-se em quatro meses e conquistou o 2.º lugar numa competição no Canadá, nesse mesmo ano. “Éramos cerca de 500 mulheres, de 13 países, eu era a única portuguesa”, lembra com orgulho, revelando que está agora a preparar-se para nova competição mundial em novembro, desta vez em Las Vegas, EUA.

2

Até lá, está a lançar uma plataforma dedicada ao bikini fitness, o BikiniBox, ainda em fase de afinação. “Tenho uma equipa que trabalha em conjunto comigo, que está habilitada para acompanhamento a nível nutricional e prescrição de exercícios para mulheres, pois penso que faz mais sentido, visto que o BikiniBox está direcionado para todas elas.”

“As mulheres entendem bem a linguagem de outras mulheres”, afirma convicta Raquel Henriques, que esclarece que “antes de dar o Ok, o BikiniBox faz sempre um questionário para perceber se podemos acompanhar ou não a candidata.”

E são cada vez mais. “Lá fora a modalidade já tem cerca de 20 anos, aqui em Portugal tem cerca de 4 ou 5 anos, mas das mensagens que recebo diariamente todas as mulheres entre os 20 e 40 anos, procuram cada vez mais ter o corpo tonificado”, diz Raquel Henriques, cujo lema é “Strong is the new skinny”.

Ler também:Faça do escritório o seu ginásio. Pela sua saúde

Desafiada a dar conselhos sobre o que fazer para começar no bikini fitness, a atriz lança um ponto prévio: “costumo dizer que é um contrato vitalício connosco, em que tudo se consegue desde que haja disciplina e acima de tudo paixao, pois isto torna-se um estilo de vida Importante.”

Além de que é preciso “saber escolher um bom preparador e não ir pelas vias mais fáceis e rápidas, ainda que havendo muita vontade, mas misturada com muita preguiça”, reforça a atriz que chega a praticar seis vezes por semana, duas vezes por dia.

Além disso, há um cuidado acrescido em relação à alimentação, sobretudo no período próximo das competições: diminuir os hidratos de carbono e comer proteinas, como frango ou ovos. Os doces, tal como outros alimentos proibidos, só voltam à dieta no “dia do lixo”, logo após a competição.

No final, Raquel Henriques assume que tem saudades da representação todos os dias. “Gostava de voltar à televisão, na área da representação ou na apresentação. Mantenho a fé.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Theresa May, PM britânica, cumprimenta Mark Rutte, PM holandês. Fotografia: REUTERS/Piroschka van de Wouw

Mais de 250 empresas do Reino Unido contactam Holanda por causa do Brexit

REUTERS/Yves Herman

Comissão Europeia: vistos gold falham na verificação de origem de fundos

4. Peças automóveis

É recorde: Peças para carros valem mais de 11 mil milhões de euros

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Raquel Henriques. De atriz a campeã de bikini fitness