Só tem até segunda-feira: Aqui há estágios remunerados na União Europeia

ng3091616

Quer tentar a sua sorte num emprego fora de Portugal? Gostava de estagiar e receber por isso, especialmente se tivesse oportunidade de o fazer na União Europeia? Então este texto é para si. O Consilium está à procura de estagiários para o secretariado geral do Conselho da União Europeia entre os cidadãos dos Estados-membros.

Siga a página de Emprego do Dinheiro Vivo no Facebook e veja as notícias mais recentes

As candidaturas decorrem até dia 2 de setembro e preveem um estágio remunerado de cinco meses, entre setembro e janeiro ou entre fevereiro e junho. Para concorrer, terá de ser licenciado, ter conhecimentos profundos de inglês ou francês e enviar uma cópia do cartão de cidadão ou do passaporte e do certificado de habilitações para o e-mail fornecido.

A maioria das candidaturas atualmente vêm das áreas de Direito, Ciência Política, Relações Internacionais e Economia, mas o Conselho da União Europeia também está à procura de estagiários com licenciaturas em Tradução, Tecnologia Agrícola, Comunicação, Educação, Engenharia Bioquímica, Saúde e Alimentação, Segurança, Gestão Energética e Ambiental, Engenharia Aeroespacial, Psicologia, Finanças, Design Gráfico, Multimédia e Desporto, entre outras (veja aqui).

Todos os anos, o secretariado recebe cerca de 4 mil candidaturas, para apenas 100 lugares disponíveis, por isso aconselha-se os candidatos a concorrer o mais cedo possível (veja como aqui).

Os estagiários recrutados fora de Bruxelas têm direito ao “reembolso
das despesas de viagem relativas ao início e ao fim do período de estágio, desde que o seu local de recrutamento
se situe nos limites geográficos da União Europeia ou de um Estado candidato à adesão”, esclarece a UE. “As despesas são
calculadas com base no itinerário mais económico, por caminho-de-ferro (2.ª classe), eventualmente em
beliche ou vagão-cama de turismo, ou avião (classe económica) se este meio de transporte for o menos
oneroso.”

Os selecionados receberão informação sobre o período e departamento do estágio por e-mail e, quando aceitarem, o Consilium enviará o contrato final. “O estagiário deve cumprir 37,30 horas de
trabalho por semana. O horário é, em princípio, das 9h00 às 17h30”, esclarece a União Europeia. Quanto ao montante da bolsa é “determinado
anualmente pelo Secretário-Geral Adjunto do
Conselho, tendo em conta as dotações orçamentais disponíveis”.

Segundo a legislação europeia (que pode consultar aqui), será dada preferência “a quem tenha realizado ou iniciado um estudo sobre integração
europeia, no âmbito de uma dissertação ou trabalho de investigação universitário ou de uma publicação
científica; a quem ocupe ou já tenha ocupado um lugar, no sector público ou privado, em que sejam tratadas
atividades da União Europeia”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Sede Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa

As respostas da CGD sobre o plano de recapitalização

Foto: Jorge Amaral / Global Imagens

BES. BdP avisou mas acionistas foram “passivos”

Foto: DR

CGD com melhor taxa do que Banco Popular de Espanha, diz Governo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Só tem até segunda-feira: Aqui há estágios remunerados na União Europeia