Psicologia

Talent Escape Room põe trabalhadores em teste de stress

Pedro Brito, managing partner da Jason Associates. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens
Pedro Brito, managing partner da Jason Associates. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Jason Associates quer replicar os comportamentos diários nas salas de fuga. Provas são analisadas especialistas em psicologia e geram tensão

Uma sala fechada, uma equipa e 60 minutos para resolver todos os enigmas. As escape rooms (salas de fuga) já estão a conquistar muitas pessoas em Portugal. Só que este conceito também já está a chegar às empresas. A Talent Escape Room chegou ao nosso país e quer pôr à prova os colegas do trabalho. Será que estão prontos para emoções fortes?

“Testa-se a liderança, a colaboração e analisa-se a capacidade de resolver problemas. A pessoa está completamente descontaminada do dia-a-dia, reproduz e amplifica os comportamentos da vida real. Se alguém é naturalmente um líder, vai ter tendência para coordenar as pessoas. Se for mais reservada e preferir analisar, vai fazer o mesmo”, explica Pedro Brito, líder da Jason Associates, a agência que está a promover este espaço em pleno centro de Lisboa.

Tal como no jogo, o espaço não foi criado apenas pela agência portuguesa. A Jason Associates fez uma parceria com a Escape Hunt Experience, empresa especializada neste conceito.
As pessoas entram num espaço que inclui uma mesa de xadrez, um armário e dezenas de molduras com fotografias de talentos em áreas bem diferentes: desde os Queen a Einstein, passando por Warren Buffett, Bill Gates e Steve Jobs.

Imagem da Talent Escape Room. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Imagem da Talent Escape Room. Fotografia:
Filipe Amorim/Global Imagens

“A pessoa está completamente descontaminada do dia-a-dia, reproduz e amplifica os comportamentos da vida real”

A sala de todos os enigmas foi construída de raiz na sede da Jason Associates e pode ser transformada conforme as necessidades. As equipas, entre cinco e sete elementos, são postas à prova durante 60 minutos e podem contar com a ajuda de um telemóvel para contactar com o exterior. Mas cada vez que esta ajuda é utilizada é reduzido o tempo da prova.

Há um português nos Leaders Under 40 no Desporto

E o que foi importado das salas de fuga tradicionais para a Talent Escape Room? “De uma escape room tradicional trouxemos o design, a arquitetura e a dinâmica de jogo lúdica e incluímos as competências mais interessantes. O que as empresas querem avaliar, e depois com a parte de vídeo e áudio pode fazer-se um debate.”

Isto quer dizer que esta experiência vai muito além da resolução de enigmas. Depois da prova de 60 minutos as equipas vão para a sala de formação. “Discutimos o que foi observado. Isso permite entrar nos desafios da própria equipa”, detalha Pedro Brito. “É um debate muito rico e as emoções ainda estão muito à flor da pele. Há muitos gritos e isto reflete-se no dia-a-dia da empresa.” Os trabalhadores são postos à prova nos testes de stress.

“A pessoa está completamente descontaminada do dia-a-dia, reproduz e amplifica os comportamentos da vida real”

Para Pedro Brito, isto não é mais do que “replicar no jogo um conjunto de momentos da empresa”, como a entrega de um projeto ou a resposta a uma situação de crise.

Estes comportamentos são analisados em conjunto com cinco pessoas formadas em psicologia e que estão associadas a este projeto. Graças ao microfone de lapela e às câmaras de alta definição, é possível tomar nota dos comentários e da forma como as pessoas comunicam.

As empresas que procuram realizar esta prova estão à espera de criar dois momentos diferentes: ou criar espírito de equipa (team building) com um conjunto de pessoas mais abrangentes mas que necessitam de treinar uma determinada categoria ou fazer uma análise comportamental a novos funcionários, que permite antecipar as atitudes destes colaboradores.

Os primeiros enigmas vão começar a ser resolvidos a 15 de setembro em Lisboa. Mas o interesse das empresas um pouco por todo o país pode levar a Jason Associates a expandir o conceito a outras cidades.

P&R

– O que é a Talent Escape Room?
A Talent Escape Room é uma sala fechada criada pela agência Jason Associates em parceria com a empresa Escape Hunt Experience, especialista neste tipo de espaços.

– Esta sala está aberta a todos? Quem pode participar?
Ao contrário das escape room tradicionais, esta sala de fuga não é para particulares. Está reservada a todo o tipo de empresas, que podem participar com equipas entre os cinco e os sete elementos.

– Quanto custa uma sessão?
Os preços por cada sessão variam entre os 700 e os 950 euros, conforme as opções que as empresas quiserem incluir.

– Quais são as opções incluídas?
Com 700 euros, a experiência inclui duas paragens para café – seja no período da manhã ou da tarde -, 60 minutos numa sala fechada para resolver os enigmas e a discussão após o desafio.
No pacote de 950 euros, também está incluído um vídeo de três minutos com a experiência do grupo, um relatório individual ou do grupo com os aspetos mais críticos a ter em consideração e de acordo com o modelo de competências para a escape room.

– Onde fica e qual é o horário?
A Talent Escape Room funciona entre as 10h e as 18 horas, de segunda a sexta-feira. Localiza-se na Avenida Fontes Pereira de Melo, nº.o 14, 5.º andar, em Lisboa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Mário Centeno

Centeno volta a cativar mais dinheiro

Natalidade. Fotografia: Pedro Granadeiro / Global Imagens

Despesa com apoios à família é a quinta mais baixa da UE

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Talent Escape Room põe trabalhadores em teste de stress