Carreiras

Tecnológica portuguesa para casinos dá ‘fichas’ para lidar com teletrabalho

Fabamaq conta com mais de 170 trabalhadores e funciona a partir do Porto. (Fotografia cedida pela Fabamaq)
Fabamaq conta com mais de 170 trabalhadores e funciona a partir do Porto. (Fotografia cedida pela Fabamaq)

Fabamaq lançou quatro programas para apoiar os 170 funcionários enquanto trabalham a partir de casa.

É a partir do Porto que a Fabamaq cria jogos de casino para todo o mundo. Só que desde meados de março esta tecnológica portuguesa teve de apostar no teletrabalho. De um momento para o outro, os 170 funcionários desta plataforma passaram a fazer o desenvolvimento de software a partir de casa.

Para ajudar nesta transição, a Fabamaq lançou quatro programas para apoiar os trabalhadores, com diferentes focos. Ao mesmo tempo, integrou mais alguns funcionários na equipa.

A nível psicológico, o programa Therapeutic Reinforcement serviu para partilhar dicas para reduzir o stress e a ansiedade. Há mesmo a possibilidade de haver acompanhamento personalizado, a cargo de um trabalhador certificado pela Ordem dos Psicológos.

Para ajudar a lidar com os filhos, os trabalhadores partilham e sugerem atividades e contam ainda com o apoio de uma educadora – que partilha pequenos vídeos -, através do programa Net Support.

A Fabamaq também tem partilhado informações variadas sobre a rotina laboral com os trabalhadores – também conhecidos como gamers -, através do programa Law Info.

A mudança para o trabalho remoto também levou ao reforço do programa de aumento das competências técnicas e sociais dos trabalhadores, o Grow with Coaching.

Fabamaq. A tecnologia portuguesa marca presença nos casinos globais

“Os quatro programas têm impactado de forma importante as esferas pessoal e profissional dos colaboradores”, assinala Luís Silva ao Dinheiro Vivo. Para o responsável de pessoal da Fabamaq, estas iniciativas “têm reduzido os níveis de stress e ansiedade, ao apoiarem no cuidado infantil com sugestões concretas e válidas para várias idades, ao partilharem informação sobre situações do dia-a-dia e ao contribuírem para o desenvolvimento de competências e o crescimento pessoal e profissional”.

Praticamente todas as iniciativas vão manter-se nos próximos meses. O programa de apoio psicológico vai continuar porque “a saúde mental é um desafio cada vez presente no mundo do trabalho”; os trabalhadores também vão continuar a ter dicas para reforçar as competências técnicas e sociais. O programa Law Info “será adaptado ao contexto pós-pandemia”, passando apenas a abordar “tópicos de especial pertinência” para os trabalhadores.

Já a proposta para ajudar a lidar com os filhos em casa vai ser descontinuada, embora os conteúdos continuem disponíveis nos canais internos da empresa.

Contratar em tempo de pandemia

Enquanto todo o software estava a ser desenvolvido remotamente, a Fabamaq contratou alguns trabalhadores que tinha previsto antes da pandemia e outros ao abrigo de estágios. A empresa ainda que “não recorreu ao lay-off” e que a operação “continua a funcionar normalmente”.

Em relação aos próximos meses, a empresa vai “manter o foco no desenvolvimento de bons produtos”. Reforços na equipa “serão sempre ponderados, caso a caso”. Isto acontece porque, no futuro, “existirão perdas decorrentes deste período” e só no médio/longo prazo será possível “retomar os fluxos normais e expandir a nossa operação de produção de jogos para o offline e para o digital”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas agrava projeção de contração em Portugal para 9,8%

Fotografia: Orlando Almeida/ Global Imagens.

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

Comissão Europeia, Bruxelas (REUTERS)

Bruxelas revê estimativas. Economia da zona euro deverá recuar 8,7% em 2020

Tecnológica portuguesa para casinos dá ‘fichas’ para lidar com teletrabalho