Logan Paul

Youtube castiga uma das suas maiores estrelas

RTS1BOFC

Empresa anunciou uma série de penalizações que vai aplicar ao jovem de 22 anos.

Logan Paul, um dos mais famosos e bem sucedidos youtubers, vai deixar de o ser. A empresa anunciou que vai ‘cortar relações’ com aquela que era uma das suas figuras mais conhecidas e influentes da atualidade. Tudo graças a um vídeo que o norte-americano publicou no início deste ano, onde filmou um cadáver, suspenso por uma corda no tronco de uma árvore, que tinha encontrado na floresta de Aokigahara, no Japão.

Do conjunto de penalizações que vão ser aplicadas ao jovem de 22 anos está, por exemplo, a remoção dos seus canais da Google Preferred, uma designação dada pelo Youtube a certas personalidades que ajudam os patrocinadores a encontrarem os canais com maior sucesso na plataforma de vídeos.

Além disso, Logan Paul – que antes da publicação do vídeo em causa já tinha mais de 20 milhões de seguidores e, entretanto, perdeu muitos deles – vai deixar de integrar o elenco da série online “Foursome“. Este conteúdo é um dos poucos que pode ser visto apenas no Youtube Red, a versão ‘premium’ dó site multimédia.

Apesar do pedido de desculpas feito por Logan, que disse não ter feito as gravações “só pelas visualizações”, as críticas continuaram a amontoar-se de tal forma que o Youtube sentiu a necessidade de esclarecer a situação.

“Os nossos corações estão com a família do cadáver visto naquele vídeo. O Youtube proíbe qualquer conteúdo violento ou impróprio e publicado de forma tão sensacional e desrespeitosa. Se um vídeo for explícito, só permanecerá no nosso site se for sustentado com documentação e autorização de entidades educativas certificadas, mas continuaremos a aplicar limites etários para a visualização dessas mesmas imagens”, escreveu a empresa num comunicado divulgado na passada quarta-feira.

“Temos a plena noção de que as ações de um determinado criador podem afetar toda a comunidade, pelo que teremos mais informações a partilhar sobre aquilo que vamos fazer em relação a este caso, para certificar que nem aquele vídeo nem outros do género voltem a circular na internet”, lê-se ainda no documento citado pela CNN.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
JAD

José Augusto Duarte: “Temos de defender a nossa soberania económica”

Foto: REUTERS/Arnd Wiegmann ,

Davos. Portugal parte à conquista da montanha do dinheiro

Preço de casas continuam a baixar

Descida do valor da casa não recupera isenção do IMI

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Youtube castiga uma das suas maiores estrelas