Pergunte ao Advogado

Tem uma startup? Saiba a que apoios pode recorrer

empreendedores; fazedores; startups

Equipa da Abreu Advogados explica os apoios criados e como aceder.

Quem pode pedir crédito, o que tem de apresentar, o que está garantido? As dúvidas sobre as novas linhas lançadas pelo governo especificamente para apoiar startups são ainda muitas e para ajudar a destrinçar este novelo a Abreu Advogados construiu um guia que aqui reproduzimos na rubrica Pergunte ao Advogado.

O governo apresentou um total de sete medidas para que as mais de 2500 startups portuguesas consigam superar as consequências da pandemia Covid-19 e retomar a sua atividade normal após este período excecional.

Quais são as linhas e qual é o valor do apoio?
O conjunto das cinco novas medidas, no valor global superior a 25 milhões de euros, poderá representar em média 10 mil euros de apoio potencial para cada startup, nomeadamente:

1. StartupRH Covid19: apoio financeiro através de um incentivo equivalente a um salário mínimo por colaborador (até um máximo de 10 colaboradores por startup).

2. Prorrogação Startup Voucher: Prorrogação por 3 meses do benefício da bolsa anterior já atribuído (2075 euros por posto de trabalho de empreendedor).

3. Vale Incubação – COVID19: Apoio para startups com menos de 5 anos, através da contratação de serviços de incubação com base em incentivo de 1500 euros não reembolsável.

4. “Mezzanine” funding for Startups: Empréstimo convertível em capital social (suprimentos), após 12 meses, aplicando uma taxa de desconto que permita evitar a diluição dos promotores. Tickets médios de investimento entre 50 mil euros e 100 mil euros por startup.

5. Lançamento de instrumento Covid-19 -Portugal Ventures: Lançamento de Aviso (Call) da Portugal Ventures para investimentos em startups, com tickets a partir de 50 mil euros. Iniciativa financiada através da Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), Portugal Ventures e Imprensa Nacional Casa da Moeda.

Os outros apoios continuam disponíveis?
Neste contexto de pandemia, as startups podem recorrer também aos dois apoios já em vigor e que foram adaptados para dar respostas mais efetivas. São eles:

1. Fundo 200M: Coinvestimento com investidores privados em startups e scaleups portuguesas, com um mínimo público de 500 mil euros e máximo de 5 milhões de euros.

2. Fundo coinvestimento para a inovação social: Coinvestimento com investidores privados em empresas com projetos inovadores e de impacto social com um mínimo público de 50 mil euros e máximo de 2,5 milhões de euros.

O que é a sandbox regulatória?
Ainda para apoiar o desenvolvimento do ecossistema empreendedor em Portugal, o governo, através da resolução do Conselho de Ministros n.º 29/2020 de 21 de abril de 2020, estabeleceu os princípios gerais para a criação e regulamentação das Zonas Livres Tecnológicas (ZLT) que permitam a elaboração de um quadro legislativo que promova e facilite a realização de atividades de investigação, demonstração e teste, em ambiente real, de tecnologias, produtos, serviços, processos e modelos inovadores, em Portugal.

Neste sentido, o governo irá proceder à preparação de abordagem ou quadro legal para a experimentação em Portugal que constitua a base de referência ou enquadramento para o efeito, contendo princípios e regras transversais a todas as atividades de experimentação de novas tecnologias e soluções. A Abreu Advogados, através de uma equipa multidisciplinar, está apetrechada para assessorar a criação, a capitalização e a atividade de todo o tipo de startups, bem como aplicação de novas tecnologias ao setor financeiro e irá seguir de perto e manter os seus clientes informados quanto aos desenvolvimentos regulatórios trazidos pelas ZLT.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Nazaré Costa Cabral, presidente do Conselho de Finanças Públicas. (João Silva / Global Imagens)

Cenário severo em 2020. Défice nos 9%, dívida em 142%, desemprego nos 13%

O primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Apoios à TAP formalizados “em breve” depois de consultas com Bruxelas

Foto: Fábio Poço/Global Imagens)

Costa promete linha para converter AL em arrendamento para jovens

Tem uma startup? Saiba a que apoios pode recorrer