Comissão Europeia

Bruxelas compara vírus a um “asteroide”

comissão europeia semestre europeu
Um dos vice-presidentes da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis. Fotografia: STEPHANIE LECOCQ?AFP

"Assim que as condições permitirem, será necessário encontrar um equilíbrio para assegurar a sustentabilidade orçamental", avisou Dombrovskis.

“O coronavírus atingiu-nos como um asteroide, abrindo uma profunda cratera na economia europeia”, declarou um dos vice-presidentes Comissão Europeia, esta quarta-feira, na apresentação das avaliações aos países no âmbito do Semestre Europeu.

Depois da metáfora astral, Valdis Dombrovskis, o responsável pelos assuntos económicos, voltou a um discurso mais circunspecto, lembrando que este “pacote da primavera do Semestre Europeu foi reformulado e simplificado, a fim de fornecer orientações aos Estados-Membros sobre como atravessar esta verdadeira tempestade”.

O vice-presidente defendeu que “nesta fase mais imediata, a tónica deve ser colocada no investimento na saúde pública e na proteção do emprego e das empresas”.

Mas frisou que “à medida que avançarmos em direção à retoma” serão “necessárias reformas para melhorar a produtividade e o quadro empresarial” e, “assim que as condições permitirem, será necessário encontrar um equilíbrio entre assegurar a sustentabilidade orçamental e estimular o investimento”.

Esta mesma ênfase na necessidade de voltar a por as contas públicas em ordem depois da “tempestade” foi dirigida a vários países, Portugal incluído.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: José Carmo/Global Imagens

ISEG estima queda do PIB entre 8% e 10% este ano

António Mota, fundador da Mota-Engil. Fotografia: D.R.

Mota-Engil é a única portuguesa entre as 100 maiores cotadas do setor

António Rios Amorim, CEO da Corticeira Amorim. Fotografia: Tony Dias/Global Imagens

Lucros da Corticeira Amorim caíram 15,1% para 34,3 milhões no primeiro semestre

Bruxelas compara vírus a um “asteroide”