10 truques de poupança simples

Segundo o Doutor Finanças, há muitas coisas que podemos fazer para gerar poupança no dia-a-dia.

Hoje, 31 de outubro, assinala-se o Dia Mundial da Poupança. A propósito do mesmo, juntamente com o Doutor Finanças, queremos dar-lhe a conhecer dez dicas para poupar no seu dia-a-dia que podem ser implementadas de uma forma simples, em pequenos gestos.

1 - Reveja encargos

Faça um orçamento com tudo o que é receitas e tudo o que é despesas. A partir do momento em que tiver uma noção real do seu orçamento pode tentar rever contratos de serviços, como telecomunicações ou créditos - atualmente podem existir condições mais favoráveis para a sua carteira.

Se tiver vários créditos, pode também juntá-los e poupar na fatura mensal.

2 - Opte pela poupança automática

Não espere pelo final do mês para pôr dinheiro de lado: estabeleça antecipadamente um objetivo de poupança e dê uma ordem para que, a cada início do mês, determinada quantia seja retirada para uma conta poupança. Comece por um valor que considere confortável e depois, se tiver oportunidade, vá aumentando.

Se o fizer de forma progressiva e automática só vai sentir o peso desta decisão quando consultar o saldo da conta poupança.

3 - Invista de forma consciente

Se tem uma poupança confortável, pode começar a diversificá-la. Depois de alcançar um montante significativo de poupança pode começar a investir - o mais seguro é investir em ativos de baixo risco, como os PPR ou seguros de capitalização.

Por regra, quanto maior o retorno, maior o risco, o que o leva a ter de analisar os prós e contras de cada situação antes de investir.

4 - Venda coisas que já não usa

Se olhar para a sua casa, espreitar as gavetas e os armários, com certeza que irá encontrar coisas que já não usa. Escolha duas ou três peças e coloque-as à venda.

Desta forma, as coisas serão reutilizadas por outra pessoa, e fará algum dinheiro.

5 - Recicle

Ainda dentro das coisas que tem em casa (seja um móvel a ou uma peça de roupa), há objetos que poderá reciclar. Por exemplo, tem uma blusa que já está velha? Pode reciclá-la e usá-la como um pano de limpeza.

Seja criativo e dê uma nova vida às coisas que tem em casa.

6 - Cozinhe e use as sobras de comida

Fazer a nossa comida é mais barato do que comprar já confecionada e, além disso, é possível reaproveitar comida que sobra de uma refeição para outra. Se sobrar legumes do almoço? Pode salteá-los e usar como complemento do jantar.

Evitará desperdício e estará a poupar.

7 - Elabore a lista de compras

Antes de sair de casa para ir ao supermercado faça uma lista de compras. Mas não a faça sentado no sofá - abra o frigorífico e a dispensa, veja o que falta e coloque apenas o que precisa.

Ah, e uma dica suplementar: não faça compras com fome.

8 - Faça compras online

A probabilidade de se perder nos corredores de um supermercado é algo muito provável, por isso, quando chegar à caixa para pagar, é possível que haja coisas no carrinho que não precisa realmente.

Se fizer as compras online é mais provável que cumpra a lista que fez.

9 - Compre a granel

Comprar bens a granel é triplamente vantajoso: é mais barato, compramos a quantidade que queremos e é mais amigo do ambiente.

Sempre que lhe for permitido, opte por compras a granel.

10 - Tenha atenção à água

Existem vários cuidados que podemos ter com o consumo de água, nomeadamente não deixar a água a correr enquanto escovamos os dentes.

Se tiver um espaço exterior com plantas, quando for tomar banho coloque a água que está a aquecer num recipiente e assim poderá aproveitá-la para regar o seu jardim.

Além de poupar dinheiro na fatura mensal da água, estará também a proteger o ambiente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de