Turismo

Portugal vai ter 49 novos hotéis em 2018

Lisboa

Em Lisboa, estão previstos 21 novos empreendimentos turísticos.

O setor hoteleiro continua a mostrar a sua força em 2018. Ao todo, de acordo com o 13.º Atlas da Hotelaria da Deloitte, são esperados 49 novos hotéis, a maioria de quatro e cinco estrelas.

Em Lisboa, estão previstos 21 empreendimentos turísticos, enquanto no Norte serão 11. No Centro e na Madeira vão abrir sete novos hotéis, juntamente com dois no Algarve e um no Alentejo. A região autónoma dos Açores é a única para a qual não está previsto investimento.

No final de 2017, contabilizavam-se mais 1.993 empreendimentos turísticos e 143.089 unidades de alojamento, mais 48 e 3.350, respetivamente, do que ano anterior. As regiões do Norte e do Algarve concentraram o maior número de hotéis (22%), segundo a consultora.

No mesmo período, os hotéis continuaram a ser a tipologia de empreendimentos turísticos mais representativa em Portugal (73%). Seguem-se os apartamentos turísticos (10%), os hotéis apartamentos (7%), os hotéis rurais (5%), os aldeamentos turísticos (3%) e as pousadas (2%).

O total de dormidas superou os 57 milhões, segundo a Deloitte. Já as receitas chegaram aos dois mil milhões e meio de euros.

O Pestana Hotels & Resorts/Pousadas de Portugal (69), o Vila Galé (21) e a Accor Hotels (32) lideram o ranking nacional dos grupos hoteleiros com mais unidades desde 2008. Os três juntos concentram, atualmente, 31,471 camas.

Em 2017, disparou também o número de unidades de alojamento local no país. No total, existem 51.014 unidades de alojamento local, que representam 205.261 camas. O Algarve concentra a maior fatia (38%) da oferta disponível, seguida de Lisboa (29%).

Quanto à estadia média, a Madeira e o Algarve conseguiram atingir os 5,2 e 4,6 dias, respetivamente. Os meses de julho, agosto e setembro são os que registam o maior número de dormidas.

Ainda de acordo com a Deloitte, a cidade de Lisboa registou, em 2017, a segunda maior taxa de ocupação da Europa, tendo chegado aos 80,5%. No entanto, quanto ao valor das receitas por quarto disponível, Lisboa (82,9 euros) ficou abaixo da média europeia de 92,56 euros.

O Atlas da Hotelaria analisa, todos os anos, a oferta de alojamento em Portugal, bem como a sua distribuição no território.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Exportações e turismo afundam 9,6% e geram recessão de 2,3% no 1º trimestre

Cartões de crédito e débito. Fotografia: Global Imagens

Malparado: 10% das famílias com crédito está em incumprimento

Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Um quarto das empresas de alojamento e restauração está em incumprimento

Portugal vai ter 49 novos hotéis em 2018