Sucesso Made in Portugal

Farfetch pode acelerar novos projetos em 2019

A carregar player...

Depois de uma primeira edição da Dream Assembley, um programa de aceleração para projetos tecnológicos na área do retalho, a Farfetch pode lançar uma segunda edição já em 2019, revelou Hélder Dias, vice-presidente de engenharia da empresa.

A inovação no segmento de retalho de luxo será um dos eixos da estratégia da Farfetch, a par do investimento na China e do crescimento dentro dos mercados que a empresa já tem. “Vamos plantar as sementes para os anos a seguir”.

“Somos uma empresa muito movida a tecnologia. Temos de 1.200 pessoas no departamento de tecnologia e somos uma empresa muito focada na inovação do modelo de negócio”, acrescentou ainda o responsável da startup. “A Farfetch é muito mais do que um site e uma app. A Farfetch posiciona-se como uma plataforma tecnológica para o mercado global de luxo”.

Farfetch cresce na China

Hélder Dias, revelou que o mercado chinês é aquele no qual a empresa mais está a crescer. Os EUA continuam a ser o país onde a empresa mais vende, representando 25% das vendas. “A Farfetch coloca a mercadoria das butiques à disposição de uma plateia global e suporta a trajetória de crescimento das marcas”.

“Só a China representa 12% a nível global. A nossa abordagem à China tem sido muito focada em pessoas e talento local. O ecossistema de consumo digital na China é diferente do mercado ocidental. Aqui é Google, Facebook e Instagram. Lá é Baidu e WeChat”, explicou Hélder Dias, para depois assegurar: “A China é uma das nossas grandes apostas estratégicas”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dívida pública está nos 130,3%

Endividamento da economia atinge novo recorde em abril

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva, fala perante a Comissão de Trabalho e Segurança Social, na Assembleia da República, em Lisboa, 26 de junho de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

Mais 93 mil novas pensões atribuídas até julho

Luís Lima, APEMIP

Imobiliárias temem fuga de clientes com nova lei de combate ao branqueamento

Outros conteúdos GMG
Farfetch pode acelerar novos projetos em 2019