5 perguntas para saber se o seu filho ainda entra no seu IRS

Há um limite máximo de idade para os filhos entrarem no IRS dos pais. E também é relevante se têm ou não rendimentos.

Até que idade podem os filhos entrar no IRS dos pais?

Genericamente até aos 25 anos caso não aufiram anualmente rendimentos superiores ao valor da retribuição mínima mensal garantida (7420 euros). Estas regras aplicam-se a filhos, adotados e enteados.

Há mais situações?

Sim. Os filhos maiores de idade podem ser considerados dependentes para efeitos do IRS desde que sejam considerados inaptos e não tenham rendimentos superiores a 14 vezes o salário mínimo nacional.

E se o rendimento dos dependente provem de um estágio apoiado pelo IEFP?

As regras são as mesmas. Ou seja, integra a declaração do IRS se a bolsa do estágio resultar num rendimento anual inferior a 14 SMN. Se for superior terá de entregar uma declaração própria.

O meu filho tem 20 anos, mas não está a estudar. Isso faz diferença?

Nenhuma. Com a reforma do IRS, deixou de ser relevante se, após atingir a maioridade, o dependente está ou não a estuar. Desde que não ultrapasse aquele patamar de rendimentos atrás referido, é sempre dependente fiscal até aos 25 anos quer esteja ou não a estudar.

Que tipo de despesas dos dependentes entram no IRS?

Basicamente as de educação e saúde. As dos restaurantes, cabeleireiros e oficinas também são consideradas caso haja faturas com o NIF porque o limite do benefício (250 euros) é calculado por agregado e não por contribuinte.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de