Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas

Contratos para obras públicas em queda há 15 meses

Obras na  estação do metro do Campo Grande. Fotografia: Global Imagens
Obras na estação do metro do Campo Grande. Fotografia: Global Imagens

Promoções de Concursos de Obras Públicas crescem 27,7%, no primeiro trimestre do ano. Contratos celebrados desceram 28%, revela a AICCOPN

Os contratos celebrados para a concretização de obras públicas continuam em queda, revela a AICCOPN, no seu boletim de abril. De acordo com a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas, os contratos celebrados no primeiro trimestre e reportados no
Observatório das Obras Públicas, situaram-se em 181 milhões de euros,
valor que traduz uma quebra homóloga de 28% face a 2015.

“Março é assim o 15º mês consecutivo em que se verifica uma variação homóloga negativa na contratação celebrada e registada”, sublinha a associação, acrescentando que “os contratos celebrados em resultado de Ajustes Diretos situam-se nos 81 milhões de euros, menos 3% em termos homólogos”.

Os contratos celebrados em resultado de Concursos Públicos promovidos totalizam “apenas 88 milhões de euros, ou seja, pouco menos de metade (46%) que o verificado no primeiro trimestre de 2015”, frisa a AICCONP.

O que significa, segundo a associação, que “a divergência entre o volume total de anúncios de obras e o respetivo volume de contratos celebrados no âmbito de concursos públicos volta a acentuar-se significativamente”.

No primeiro trimestre do ano, o total de concursos promovidos é, assim, 4,5 vezes superior ao de contratos celebrados.

Em março, o volume de obras públicas anunciado foi de 154 milhões de
euros, o que eleva o total de empreitadas de obras públicas promovidas
no primeiro trimestre do ano para os 383 milhões de euros, ou seja, mais 27,7% que o verificado no trimestre homólogo de 2015.

Leia mais: 2015 foi o pior ano das obras públicas desde entrada da troika

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
5G_2

5G: Anacom arranca já com consulta. Leilão será em abril

5G_2

5G: Anacom arranca já com consulta. Leilão será em abril

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conversa com o primeiro-ministro indigitado, António Costa, durante uma audiência para apresentação da lista de nomes propostos para secretários de Estado do XXII Governo Constitucional, no Palácio de Belém, em Lisboa, 21 de outubro de 2019. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Primeira reunião do novo governo marcada para sábado a seguir à tomada de posse

Outros conteúdos GMG
Contratos para obras públicas em queda há 15 meses