Startup Portugal

Caldeira Cabral. “Crescimento depende das startups”

Fotografia: Gonçalo Delgado / Global Imagens
Fotografia: Gonçalo Delgado / Global Imagens

Ministro da Economia lembra que as startups estão "para ficar" e ajudam a criar emprego

As startups estão aqui para ficar, para criar nova vida, novos empregos e novos projetos, diz o ministro da economia, sublinhando que o crescimento económico “depende, cada vez mais, destas empresas”. Não das startups que ficam pequenas a vida toda, mas das “startups que, pela sua ousadia, se fazem grandes”.

Manuel Caldeira Cabral falava na sessão de lançamento do programa Startup Portugal, no Porto. E deixou claro que a estratégia de inovação do país não se fica pelo Startup Portugal, mas pela sua interligação à Indústria 4.0 e ao programa de transferência de tecnologia que o Governo está a desenvolver em parceria com as universidades e os centros tecnológicos.

“Um dos problemas do nosso ecossistema eram as medidas desgarradas, em que muitas vezes havia apoios para começar, mas não havia, depois, para continuar”, diz o ministro da Economia, sublinhando que o Startup Portugal quer, não só, “dar mais oportunidades” a todas as empresas e empreendedores que querem começar em Portugal, como quer, também, “dar oportunidades de crescimento” através das medidas de apoio à contratação.

Com o novo programa, assente em 15 medidas destinadas a criar um melhor ecossistema de inovação, mas também a promover o financiamento dos novos projetos e a recompensar, designadamente com incentivos financeiros, quem aposta nos empreendedores, “Portugal surge hoje como um dos melhores sítios para iniciar uma startup”. O objetivo é sempre “partir de Portugal e crescer para o mundo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Caldeira Cabral. “Crescimento depende das startups”