portos

700 automóveis da Autoeuropa vão sair por Leixões

APDL diz-se em condições de parquear cinco mil automóveis, assumindo-se como "uma resposta às necessidades de exportação de automóveis"

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) anunciou esta segunda-feira que começou a receber 700 automóveis provenientes da Autoeuropa, manifestando “satisfação pela confiança depositada” pela empresa de Palmela no porto de Leixões e nos seus operadores portuários.

Em comunicado, a APDL especifica que a sua infraestrutura portuária estará, até ao final de 2018, capacitada para parquear cinco mil automóveis, “afirmando-se assim como uma resposta às necessidades de exportação” deste sector.

“Este novo serviço será uma mais-valia para Leixões e para o país, que verá reforçada a sua capacidade exportadora, como para a Autoeuropa, que encontra no nosso porto uma opção eficiente para escoar os seus automóveis”, destaca a administração portuária, liderada por Guilhermina Rego, no comunicado.

Documento no qual a APDL aproveita para lembra que Leixões é o “principal porto do país” no que à movimentação de carga roll-on/roll-off diz respeito, um serviço “necessário à movimentação de veículoa na área portuária”. Este segmento de carga cresceu, o ano passado, 18% em Leixões, num total de um milhão de toneladas de mercadoria movimentada.

Recorde-se que a Autoeuropa é uma das empresas que mais tem sido afetada pela greve dos estivadores, no porto de Setúbal, que dura já há 21 dias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Regresso ao trabalho - ilustração

O mundo do trabalho mudou. A saúde é agora lei

José Theotónio, CEO do Grupo Pestana.
(Diana Quintela / Global Imagens)

José Theotónio: “Haverá voos mas não virão logo com turistas para o Algarve”

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

700 automóveis da Autoeuropa vão sair por Leixões