A culpa não é dos impostos, Portugal é o 5º país com a gasolina mais cara da UE

O preço da gasolina agravou-se, em média, na União Europeia em 7,1 cêntimos no segundo trimestre do ano, sendo que o agravamento no caso do gasóleo foi de 5,2 cêntimos por litro

Com ou sem impostos, Portugal foi, no segundo trimestre de 2021, o quinto país com a gasolina 95 simples mais cara da União Europeia. O preço médio, antes de impostos, foi de 64 cêntimos por litro, equivalente ao praticado em Espanha e na Alemanha, mas bem acima dos 58 cêntimos cobrados em França e em Itália, dos 59 cêntimos da Finlândia e Polónia ou dos 55 cêntimos da Áustria, entre outros. Quanto ao preço com impostos, foi de 1,60 euros por litro, em média, que compara com os 1,35 euros em Espanha, os 1,53 euros em França, os 1,54 euros na Alemanha e os 1,57 euros na Suécia, por exemplo.

Estes são dados do Boletim Preços UE-27 Combustíveis, da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), que mostra que, a nível do gasóleo simples, Portugal se situa na 11ª posição dos países que vendem este combustível mais caro na Europa quando considerado o preço médio sem a componente fiscal., que foi de 62 cêntimos, mas que sobe para 1,39 euros com o efeito dos impostos, tornando Portugal o sexto país que vende o gasóleo mais caro. A Suécia, com 1,59 euros por litro é o país que mais cobra pelo gasóleo, seguido da Finlândia (1,47 euros), Bélgica (1,45), Itália (1,45), Países Baixos (1,41) e França (1,39) são os países no Top 5 do gasóleo mais caro.

A Bulgária é o país comunitário que menos cobra pelos combustíveis: 50 cêntimos e 51 cêntimos, respetivamente, na gasolina 95 simples e no gasóleo sem impostos, e 1,04 euros e 1,01 euros por litro com a contabilização dos respetivos impostos na gasolina e no gasóleo.

Indica ainda a ERSE, com base nos dados da Comissão Europeia, que o preço médio de venda da gasolina na União Europeia, sem impostos, aumentou 7,1 cêntimos por litro entre março e junho. No caso do gasóleo, a subida foi de 5,2 cêntimos por litro.

Na comparação com Espanha, alerta a ERSE que Portugal praticou um preço médio de venda sem impostos na gasolina mais baixo do que em Espanha (0,634 euros por litro em Portugal contra 0,639 euros em Espanha). "A carga fiscal aplicada em Portugal, de 60% contra os 53% em Espanha, justificou a menor competitividade dos preços no contexto da Península Ibérica", indica a ERSE.

No caso do gasóleo, os preços médios sem impostos estavam alinhados com Espanha, mas "o peso fiscal em Portugal justificou a prática de preços 19 cêntimos por litro mais caros dos que em Espanha", pode ler-se no boletim. Os impostos no gasóleo em Portugal correspondem a 56% do preço final praticado, contra os 52% da média na UE e os 49% da fatia fiscal espanhola.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de