Ações do BES sobem 20% e impulsionam bolsa portuguesa

Vitor Bento, presidente do BES
Vitor Bento, presidente do BES

Depois de sete sessões consecutivas em queda, as ações do BES estão a negociar em alta desde a abertura de hoje. Os títulos do banco liderado por Vítor Bento estão subiram 20%, recuperando do mínimo histórico de ontem, impulsionando a bolsa portuguesa.

O PSI 20 terminou a sessão a subir
3,07% para 6.299,50 pontos, suportado pelo sector da banca e pela
Portugal Telecom. Isto no dia em que Portugal colocou 1250 milhões
de euros de bilhetes do tesouro, tendo pago uma taxa mais baixa na
maturidade a seis meses e uma ligeiramente mais elevada no prazo a 1
ano.

Na bolsa, as ações do BES lideraram
os ganhos e fecharam a ganhar 19,7% para 0,455 euros, recuperando das
quedas das últimas sete sessões e do mínimo histórico de ontem de
0,355 euros. A subida acontece um dia depois de Carlos Costa,
governador do Banco de Portugal, ter dito que o BES está
capitalizado, mas que se for necessário há accionistas interessados
em participar num aumento de capital.

No resto do sector o sentimento também
foi positivo. O BCP ganhou 6,3% para 0,106 euros e o BPI subiu 5,45%
para 1,45 euros.

Também a suportar os ganhos do PSI 20
esteve a Portugal Telecom. As ações da operadora subiram 3,28% para
1,89 euros, depois de terem sido anunciados novos termos para a fusão
entre a empresa brasileira de telecomunicações e a Portugal
Telecom, em que a Oi poderá vir a ter uma maior participação do
que anunciado anteriormente.

Entre os títulos com mais peso no
índice nota para a EDP que valorizou 1,34% para 3,42 euros, e a Galp
que ganhou 2,43% para 13,05 euros.

Na Europa, as principais praças
europeias fecharam com ganhos acima de 1%. Enquanto que, do outro
lado do Atlântico as bolsas norte-americanas seguem a ganhar mais de
0,3%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Ações do BES sobem 20% e impulsionam bolsa portuguesa