ADSE

ADSE suspende nova tabela de comparticipações

A ADSE decidiu suspender a entrada em vigor da nova tabela de comparticipações das próteses, que estava prevista avançar a 1 de junho.

A mudança na tabela de comparticipações das próteses intraoperatórias vai ser suspensa e sujeita a negociação com os representantes dos trabalhadores. Esta decisão foi comunicada aos sindicatos da função pública pelo diretor-geral da ADSE.

“Na sequência das diversas reuniões realizadas entre a ADSE e diversas organizações representativas dos trabalhadores da Administração Pública e de aposentados ou reformados, decidiu a Direção-Geral da ADSE suspender a entrada em vigor da alteração proposta na tabela das próteses intraoperatórias”, refere a comunicação enviada por Carlos Liberato Batista.

Nesta proposta de alteração, que estava prevista entrar em vigor a 1 de junho, previa-se a introdução de um copagamento de 20% do valor das próteses a cargo do beneficiário, estando este valor limitado a um máximo de 200 euros.

A mesma comunicação acentua ainda que vai agora estudar com as entidades representativas dos trabalhadores e aposentados “soluções à proposta apresentada”.

A nova tabela foi conhecida há cerca de uma semana e meia e motivou fortes protestos por parte das estruturas sindicais da função pública. Na ocasião, o Sintap estranhou que estas mudanças tenham surgido quando o atual governo nomeou um grupo de trabalho para apresentar propostas para m novo modelo de gestão da ADSE, do qual não fazem parte trabalhadores e Helena Rodrigues, presidente do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado criticou que a direção da ADSE tenha decidido esta revisão das tabelas à margem dos trabalhadores e sem qualquer tipo de consulta aos seus representantes sindicais. A Frente Comum acusou, por seu lado, o governo de querer de querer acabar com a ADSE, criando uma instituição mutualista.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
GSFJ2392

“A sustentabilidade dos media depende de todos nós”

Alexandre Fonseca - CEO da Altice Portugal

Fotografia: Gerardo Santos

Alexandre Fonseca sobre 5G: “Portugal hoje posiciona-se na cauda da Europa”

Sebastião Lancastre, Easypay

Easypay. “Para sermos relevantes para os clientes temos de ouvi-los”

Outros conteúdos GMG
ADSE suspende nova tabela de comparticipações