Aeroporto

Aeroporto do Porto recebeu 7,5 milhões de passageiros até julho

Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. (Fotografia: Ivo Pereira/ Global Imagens)
Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto. (Fotografia: Ivo Pereira/ Global Imagens)

Presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal referiu que a região registou um crescimento de 10,4/10,5% no número de turistas.

O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) disse hoje que o aeroporto Sá Carneiro, no Porto, recebeu este ano, até 31 de julho 7,5 milhões de passageiros, contra os 13 milhões de 2018.

“As obras do ‘taxiway’- faixa desde a pista até ao terminal ou hangar, permitindo maior fluidez no tráfego – que estão a terminar vão permitir aumentar a capacidade da operação em cerca de 50 a 60%. São boas notícias para futuro do setor do turismo na região”, afirmou Luís Pedro Martins.

O responsável, que falava na Câmara de Viana do Castelo, durante a conferência de imprensa de apresentação 31.º Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo que vai decorrer de 20 a 22 de novembro na capital do Alto Minho, referiu que além daquele “indicador muito importante”, a região registou, no primeiro semestre deste ano, um crescimento de 10,4/10,5% no número de turistas”.

Luís Pedro Martins destacou ainda que o crescimento da região, “que contraria a média nacional”, faz-se sentir também “nos proveitos que aumentaram cerca de 13%”.

O 31.º Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo vai realizar-se durante três, em novembro, em Viana do Castelo, reunindo cerca de 400 congressistas.

Organizado pela AHP – Associação da Hotelaria de Portugal, a maior associação hoteleira nacional, o encontro, que tem o apoio da Câmara de Viana do Castelo, tem como tema “Portugal: Preparar o Amanhã”. O programa inclui seis painéis e juntará entre outros, os cinco principais grupos hoteleiros portugueses que representam cerca de 140 hotéis, mais de 20 mil quartos em Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

Tomás Correia, Montepio e BNI Europa. O que está por detrás das buscas

A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila
(TIAGO PETINGA/LUSA)

Frente Comum diz que é “inaceitável” negociar salários depois do orçamento

O secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos. MÁRIO CRUZ/LUSA

CGTP apela ao PM para negociar salários no Estado antes do Orçamento

Aeroporto do Porto recebeu 7,5 milhões de passageiros até julho