Indústria

Alemã BASF vai cortar 6.000 postos de trabalho até 2021

2009./File Photo
2009./File Photo

A fabricante alemã, presente em Portugal, quer poupar 300 milhões de euros com reestruturação.

A alemã BASF, fabricante de produtos químicos, anunciou que vai suprimir 6.000 postos de trabalho até 2021, no âmbito do processo que denominou “realinhamento organizacional”, que vai permitir uma poupança de quase 300 milhões de euros.

Citada pela Associated Press, a BASF indicou, em comunicado, que esta reestruturação vai permitir economizar cerca de 300 milhões de euros (340 milhões de dólares) e reorganizar a estrutura da empresa.

A fabricante alemã, presente em Portugal, pretende assim ter sedes corporativas de menor dimensão e um papel mais forte nas operações regionais.

De acordo com os últimos dados disponíveis, reportados a 2018, a empresa tem 122.400 funcionários, 75.000 dos quais na Europa.

A BASF tem sede em Ludwingshafen, na Alemanha, e fabrica produtos químicos para a indústria dos plásticos, materiais industriais, pigmentos, ingredientes para ração animal e produtos químicos agrícolas.

A Lusa tentou contactar a BASF para saber quais as implicações deste processo para Portugal, mas, até ao momento, não obteve resposta.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco São Bento, presidente do SNMMP. Foto: Sara Matos/Global Imagens

Cinco momentos chave numa greve de sete dias

Primeiro-Ministro, António Costa (Pedro Granadeiro / Global Imagens)

António Costa: Fim da “crise energética” a partir da meia-noite

(DR)

Banca europeia perde milhões em Bolsa. Espera-se nova onda de fusões

Outros conteúdos GMG
Alemã BASF vai cortar 6.000 postos de trabalho até 2021