Qualidade de vida

Algarve lança “Next.Mov” para ser a região mais inteligente

Esta casa fica na Praia da Luz, em Lagos, e foi construída em 2012.

Comunidade Intermunicipal do Algarve anunciou o "Next.Mov -- Smart Region Summit", para pôr a região com um dos melhores níveis de qualidade de vida.

A Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) anunciou esta segunda-feira o “Next.Mov — Smart Region Summit”, o evento que marca o início de um projeto que pretende colocar a região com um dos melhores níveis de qualidade de vida do mundo.

O evento marcado para 18 e 19 de maio serve, de acordo com o presidente da AMAL, Jorge Botelho, para “que no Algarve haja esta consciencialização de que o futuro é logo ali e que os municípios e a própria região têm de dar passos concretos” para tornarem o Algarve como a “região ‘top’ a nível mundial em termos de qualidade de vida” nos próximos anos.

O “Next.Mov — Smart Region Summit” vai decorrer no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, e abordará os temas da mobilidade sustentável e da modernização digital e administrativa.

Este é o primeiro evento nacional de regiões inteligentes e a AMAL explica que está a coordenar juntamente com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve um plano de investimentos de cerca de 25 milhões de euros.

Jorge Botelho contou à Lusa que a ideia é implementar até 2020 um conjunto de medidas substanciais, resultantes de um plano que a AMAL está a desenvolver, e preparar medidas para serem implementadas no próximo quadro de apoio.

O recinto do evento vai contar com espaços especializados, nomeadamente o “Next.Mov — Smart Region Summit” que vai mostrar o que está em curso na região do Algarve em matéria de sistemas inteligentes e as variadas ofertas de serviços no domínio da transformação digital nacional.

Com este projeto, “o que estamos a fazer é ir ao encontro daquilo que é uma especialização da própria região, transportando-a para uma região mais móvel, com mobilidade mais suave, com novas tecnologias e capaz de responder aos desafios do futuro”, explicou Jorge Botelho.

A Região de Turismo do Algarve vai coordenar o espaço “Cycling&Walking” onde serão promovidos modos de mobilidade suave e as grandes rotas pedonais e cicláveis regionais.

O espaço “Mobi.show” vai apresentar novidades, produtos, equipamentos, sistemas e material circundante e serviços de mobilidade de pessoas e bens nos vários modos e é apontada pela organização como a maior montra de mobilidade elétrica de Portugal até ao momento.

A Associação Nacional de Jovens Empresários e o Centro Regional de Inovação do Algarve (CRIA), da Universidade do Algarve, vão estar a cargo do espaço “Start-Up” onde serão divulgadas novas soluções em termos de sistemas inteligentes para transformação digital, mobilidade e transportes.

Jorge Botelho enfatizou que este é um processo que tem de envolver toda a população e, por isso mesmo, vai envolver as universidades e as escolas através do espaço “Universidade”, que servirá de montra para o que as universidades portuguesas estão a fazer em termos de investigação e desenvolvimento de sistemas inteligentes.

O evento vai ainda contar com um programa de seminários e debates.

O debate “Sistemas inteligentes para uma mobilidade sustentável” é apontado pela organização como a principal discussão deste evento, que contará ainda com uma iniciativa sobre o transporte público de passageiros, a mobilidade elétrica e a mobilidade turística.

A Associação Nacional de Freguesias participa neste evento no domínio da transformação digital e vai avançar com o espaço “Freguesia Digital”.

“Na prática, é atuar para mudar a forma como a região trata das suas mobilidades e a forma como encara o futuro em termos tecnológicos e em termos de aproximação das nossas terras, umas com as outras”, concluiu Jorge Botelho.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trabalhadores da Autoeuropa pararam produção a 30 de agosto pela primeira vez na história da fábrica. Fotografia: JFS / Global Imagens

Autoeuropa. Guerra dos horários termina com pré-acordo

Armando Pereira, Cláudia Goya e Michel Combes

Altice “nega que Cláudia Goya esteja de saída”

Fotografia: Alvaro Isidoro/Global Imagens

Novo Banco com prejuízo de 419 milhões de euros até setembro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Algarve lança “Next.Mov” para ser a região mais inteligente