Turismo

Alojamento e restauração criaram 28 mil empregos em três meses

Foto: Mathieu Belanger/ Reuters
Foto: Mathieu Belanger/ Reuters

Reposição do IVA a 13% alimentou confiança dos empresários, que responderam com mais emprego, defende a AHRESP.

Entre março e junho deste ano, o alojamento e a restauração criaram mais 28 500 postos de trabalho. Em causa está uma melhoria da confiança dos empresários que, segundo a AHRESP, foi motivada pelo crescimento do número de turistas a visitar o país, tal como pela reposição do IVA a 13%.

“Estes números vêm confirmar a forte tendência de crescimento do alojamento e a restauração e bebidas, que se assumem com um dos maiores empregadores a nível nacional com 283 mil postos de trabalho”, defende a associação que representa o setor, assumindo ainda que “no 3º trimestre de 2016, este valor fique muito próximo dos 300 mil postos de trabalho”.

Ou seja, a AHRESP admite que até setembro, o setor consiga criar outros 17 mil empregos, numa altura em que os turistas enchem os hotéis nacionais, especialmente, os do Algarve.

“Esta é a confirmação do que a AHRESP sempre afirmou, no sentido do enorme potencial que o setor do turismo tem para criar riqueza e postos de trabalho, assim sejam tomadas as medidas certas para a sua concretização”, afirmou em comunicado Ana Jacinto, secretária-geral da AHRESP.

Os números do INE mostram que o setor da hotelaria e restauração contribuiu com 28 500 novos empregos no segundo trimestre deste ano face aos três meses anteriores, mais 11,2%. Já em relação ao mesmo período do ano 2015, o INE aponta para 21 100 novos postos de trabalho, uma subida de 8,1%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: D.R.

Julho só com mais 390 desempregados oficiais, mas 44 mil novos inscritos no IEFP

António Ramalho, CEO do Novo Banco. Fotografia: Tiago Petinga/Lusa

Novo Banco vendeu seguradora com desconto de 70% ‘coberto’ pela ajuda do Estado

Fotografia: D.R.

Novo Banco. GNB teve idoneidade verificada pelo regulador

Alojamento e restauração criaram 28 mil empregos em três meses