Arrendamento

Americanos são os que mais gastam em alojamento em Portugal

Fotografia: Direitos Reservados
Fotografia: Direitos Reservados

Estudo da Uniplaces mostra que os estudantes e profissionais dos EUA pagam, em média, 676 euros de renda mensal

Os estudantes e profissionais oriundos dos Estados Unidos são os que mais gastam em alojamento em Portugal. A conclusão é de um estudo da Uniplaces, plataforma online para alojamento de médio a longo prazo, que conclui que os americanos a residir em Portugal pagam, em média, 676 euros de renda mensal, contra os 586 euros pagos pelos britânicos, os 534 euros dos franceses e os 532 euros dos holandeses. Os alemães surgem na quarta posição, com um gasto médio mensal em alojamento.

As conclusões são baseadas nos dados da plataforma nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra. E em Lisboa, mais uma vez são os americanos a liderar, com uma valor médio mensal de 665 euros, seguidos pelos noruegueses (645 euros), os suecos (626 euros), os canadianos (614 euros) e os britânicos (598 euros).

Já no Porto, onde os valores médios são mais baixos, são os estudantes e profissionais oriundos do Reino Unido que mais pagam pelo alojamento: 589 euros. Seguem-se os franceses (497 euros), os turcos (494 euros), os holandeses (487 euros) e os alemães (477 euros).

Em Coimbra, é a comunidade macaense a que mais gasta em alojamento, com uma média de 504 euros mensais. Todas as restantes, diz a Uniplaces, pagam, em média, menos de 400 euros: Reino Unido (358 euros), França (328 euros), Bélgica (319 euros) e China (308 euros).

“Já sem contabilizar o valor médio gasto em alojamento, é ainda de referir que a nacionalidade brasileira é a que mais arrenda através da plataforma, totalizando 25,69% dos estudantes e profissionais que encontram na Uniplaces a solução ideal para a sua experiência de mobilidade. Segue-se Espanha (8,06%), Itália (7,54%), França (5,83%) e Alemanha (5,76%) na lista das nacionalidades estrangeiras que mais arrendam casa ou quarto em Portugal com a Uniplaces”, pode ler-se no comunicado da empresa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Americanos são os que mais gastam em alojamento em Portugal