Atividade das empresas de reabilitação urbana abranda crescimento em dezembro

Produção contratada fixou-se, em dezembro, nos 10 meses, indica a AICCOPN. Em novembro estava nos 8,8 meses

Dinheiro Vivo/Lusa
 © José Carmo/Global Imagens

O nível de atividade na reabilitação urbana abrandou o crescimento em dezembro para 7,1% em termos homólogos, face aos 16,5% do mês anterior, tendo o índice da carteira de encomendas aumentado 18,3%, informou a AICCOPN.

"Em dezembro de 2021, com base nos dados recolhidos no inquérito mensal realizado pela AICCOPN junto dos empresários do setor que atuam no segmento da reabilitação urbana, verifica-se um abrandamento do ritmo de crescimento do indicador que mede a evolução do nível de atividade, com o respetivo índice a indicar um aumento em termos homólogos de 7,1%", refere a associação em comunicado.

Embora este valor continue "a marcar uma tendência positiva para este indicador", a AICCOPN nota que é "inferior aos 16,5% apurados no mês anterior".

Relativamente ao índice da carteira de encomendas, indicador que mede a opinião dos empresários relativamente ao volume de obras em carteira, aumentou 18,3% em dezembro de 2021 face ao mesmo mês de 2020, uma variação idêntica à observada em novembro.

Quanto à produção contratada, ou seja, o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, fixou-se em 10 meses em dezembro, o que traduz um aumento face aos 8,8 meses registados no mês anterior.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG