Comissão Europeia apresenta em julho plano de emergência para reduzir procura de energia

Ursula von der Leyen garantiu em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho Europeu que "não haverá um retorno aos combustíveis fósseis baratos"

Dinheiro Vivo/Lusa
Plano europeu para reduzir consumo de energia será apresentado em julho © EPA/ROBERT GHEMENT

A Comissão Europeia está a preparar um plano comum de emergência para redução da procura de energia, que será apresentado em julho aos líderes da União Europeia (UE), anunciou a líder do executivo comunitário, esta sexta-feira.

"Estamos a trabalhar num plano comum europeu de redução da procura de emergência com a indústria, mas também com os 27 Estados-membros", disse Ursula von der Leyen, em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho Europeu, em Bruxelas.

"Apresentarei este plano em julho aos líderes" da UE, referiu.

A líder do executivo comunitário salientou que os planos nacionais de emergência foram revistos, para garantir que "todos estão prontos para enfrentar mais interrupções" no fornecimento, salientando que 12 Estados-membros foram afetados pelos cortes de fornecimento de gás russo.

Von der Leyen garantiu ainda que "não haverá um retorno aos combustíveis fósseis baratos", indicando que os fornecimentos de gás natural liquefeito pelos Estados Unidos aumentaram 75%, os do gasoduto norueguês subiram 15% e do Azerbaijão mais de 90%.

Os líderes da UE reuniram-se quinta-feira e hoje num Conselho Europeu dominado pela concessão do estatuto de país candidato à Ucrânia e Moldova.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG