Micam. Maior feira de calçado adiada para março

A organização do certame justifica o adiamento, de três semanas, com a esperança de que tal permita a presença de compradores extracomunitários.

Ilídia Pinto
 © Direitos Reservados

A Micam, a maior feira de calçado do mundo, tem novas datas. O certame, que deveria decorrer de 20 a 22 de fevereiro, em Milão, está agora previsto para os dias 13, 14 e 15 de março, uma alteração que pretende assegurar que a Micam possa ser realizada "em total segurança" ao mesmo tempo que "preserva o caráter internacional do evento". Portugal far-se-á representar por 40 empresas, um aumento de 17% face à edição de setembro, mas ainda longe das presenças históricas de nove dezenas de expositores antes da pandemia.

Recorde-se que, há um ano, a organização da feira decidiu cancelar a edição de março, substituindo-a por um evento online. Este ano, e em comunicado hoje emitido, o diretor da feira, Paolo Borghini, sublinha que a alteração de datas "irá facilitar as viagens entre países e maximizar as oportunidades de negócio", esperando que, em março, "possa ser já mais fácil aos compradores extracomunitários responder às exigências de segurança adotadas pelo governo" italiano.

"Estamos conscientes da necessidade crescente dos operadores de se reunirem presencialmente e estamos confiantes que as novas datas levarão aos resultados desejados", pode ainda ler-se no comunicado.

A feira, que serve para as empresas apresentarem as suas propostas para o próximo outono-inverno, terá um horário alargado, decorrendo até às 19h00 nos primeiros dois dias do evento. Na edição de setembro, prevista para os dias 18 a 21, a Micam regressa ao formato de quatro dias.

Recorde-se que na última edição da feira, em setembro, Portugal fez-se representar por 34 expositores. A ausência de compradores de fora da Europa foi uma das razões invocadas, então, por muitas empresas para não irem a Milão.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG