Primeira rota entre Nova Iorque e Funchal arranca para dinamizar turismo da Madeira

A operação é da responsabilidade da Inovtravel, através da sua marca Portugal Getaways, com voos todas as segundas-feiras

Ana Rita Guerra
Nova Iorque

Arranca esta segunda-feira, 29 de novembro, a primeira rota direta entre Nova Iorque e Funchal, no que a Associação de Promoção da Madeira apelida de "uma nova e importante etapa para o destino turístico das ilhas da Madeira." É uma rota inédita, visto que até aqui nunca tinha havido uma ligação sem paragens entre um dos maiores pontos de entrada nos Estados Unidos e a ilha da Madeira.

Partindo às 20:50 de segunda-feira do aeroporto internacional John F. Kennedy em Nova Iorque, o voo durará seis hora e meia e chegará ao Funchal às 8:05 da manhã seguinte, sempre no mesmo horário e com uma frequência semanal (todas as segundas-feiras).

"Esta operação constitui uma aposta na abertura do mercado americano para a Madeira, incorporando uma perspetiva de longo prazo para a dinamização do Turismo da Madeira", considerou a Associação de Promoção.

"É uma oportunidade para o mercado americano (re)descobrir o destino eleito como melhor ilha da Europa pelo 8º ano consecutivo nos World Travel Awards e casa dos Vinhos Madeira, conhecidos como os vinhos usados na celebração da independência dos EUA", referiu a Associação, mencionando o prémio atribuído em outubro passado.

A nova rota semanal será da responsabilidade da Portugal Getaways, uma marca InovTravel, com aviões da SATA Azores Airlines. Estes Airbus A321 Neo Long Range têm uma capacidade de 190 lugares, 16 dos quais em classe executiva.

Segundo a InovTravel, que assume a operação, "esta é uma aposta inédita da Madeira nos EUA, que é visto como um mercado estratégico, pela sua dimensão, poder de compra e apetência pelo que a Madeira tem para oferecer."

Os pacotes disponíveis no site da Portugal Getaways mostram preços a partir de 999 dólares.

Um dos argumentos que os promotores da nova rota estão a utilizar é o facto de o aeroporto do Funchal ser o único em Portugal que aceita o cartão de vacinação contra a covid-19 emitido pelos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) nos Estados Unidos. Por outro lado, os turistas não vacinados podem entrar se apresentarem um teste PCR negativo efetuado até 72 horas antes do embarque ou um teste rápido feito até 48 horas antes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG