Quem são os cinco futebolistas mais ricos de todos os tempos?

João Almeida Moreira
 © DR

O ranking da Luxury Lifestyle Magazine não lista os jogadores mais bem pagos do momento. Aliás, nem sequer fala de salários. O objetivo da revista foi classificar os cinco futebolistas mais ricos, independentemente do ordenado ao fim do mês, desde o início do profissionalismo no jogo, lá para o fim do século XIX.

Spoiler: o segundo classificado nasceu na Madeira - sim, já adivinhou quem é - e o primeiro classificado mora na Madeira - sim, se acompanhar a atualidade desportiva, também sabe de quem se trata.

Comecemos, no entanto, pelo quinto, a maior surpresa da lista. David Whelan (quem?) tem fortuna de 210 milhões de dólares mesmo jogando apenas como banal lateral-direito, no mediano Blackburn Rovers e no modestíssimo Crewe Alexandra, pelos anos 50. No entanto, em paralelo investiu numa cadeia de supermercados, vendida por cerca de 10 milhões de euros ajustados os valores da inflação, investidos por sua vez na aquisição da JJB, uma empresa de material desportivo, e na DW (as suas iniciais), uma cadeia de ginásios, que floresceram sob sua gestão.

Voltaria ao futebol como dono do Wigan Athletic, que levou da quarta à primeira divisão em menos de 10 anos na viragem do século, nomeando o estádio de JJB, primeiro, e DW depois.

O quarto da lista é, sem surpresa, Messi, o terceiro, também como esperado, é Beckham e o segundo é o tal madeirense Cristiano Ronaldo.

Superado, no entanto, por Faiq Bolkiah, jogador a tempo inteiro do principal clube do Funchal, o Marítimo, e herdeiro da família real do Brunei nas horas vagas.

Sobrinho de Hassanal Bolkiah, o Sultão do Brunei, Faiq nasceu em Los Angeles, estudou em Inglaterra, e é dono de uma fortuna avaliada em 20 mil milhões, 40 vezes mais do que o património de CR7, segundo da lista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG