Antes de ser candidato à UGT, o novo líder falou com Ricardo Salgado

Carlos Silva, UGT
Carlos Silva, UGT

O Secretariado Nacional da UGT aprovou, esta terça-feira, com 95% dos votos o nome de Carlos Silva para candidato à liderança da UGT. Como este é bancário no BES, teve de falar com Ricardo Salgado para poder ir em frente com o propósito.

Segundo Carlos Silva adiantou aquando da candidatura, em Maio deste ano, ao diário As Beiras, é o Espírito Santo que lhe paga um salário, e como tal sentiu-se no dever de reunir com o patrão, Ricardo Salgado, para pedir autorização para integrar a lista.

“Fiz questão de ter uma reunião com o doutor Ricardo Salgado, a quem transmiti, de forma transparente, a minha intenção”. Segundo afirmou, Ricardo Salgado, “enquanto presidente da Comissão executiva do BES, desejou-me sorte e disse que era também um fator de prestígio para o BES ter um dos seus colaboradores como secretário-geral da UGT”.

Carlos Silva foi dirigente do Sindicato dos Bancários do sul e ilhas entre 1997 e 2000 e depois integrou a direção do Sindicato do Centro, tendo sido eleito para seu presidente em 2007. Preside também à UGT de Coimbra.

Esta semana ficou aprovado como candidato à liderança da central, lugar que poderá vir a ocupar no próximo congresso da central, que se realiza a 6 e 7 de Abril de 2013. Este Congresso concretiza a saída de João Proença, uma vez que o atual secretário-geral já está no limite de mandatos. Carlos Silva não tem mais adversários nesta corrida.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

Ursula von der Leyen. “Portugal é único e tem agora oportunidades maravilhosas”

Portugal's Prime Minister Antonio Costa speaks during presentation of the European and Portuguese Recovery and Resilience Plans, at Champalimaud Foundation, in Lisbon, Portugal, 29 September 2020. Ursula Von Der Leyen is in Lisbon for a two-day official visit. MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal recorrerá só a subvenções. Empréstimos só quando situação melhorar

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Von der Leyen: Instrumento “SURE é um escudo para os trabalhadores e empresas”

Antes de ser candidato à UGT, o novo líder falou com Ricardo Salgado