Economia

António Costa anuncia aumento do salário mínimo em 2019

António Costa, primeiro-ministro. Fotografia: EPA/David Fernandez
António Costa, primeiro-ministro. Fotografia: EPA/David Fernandez

O secretário-geral do PS anunciou hoje que o salário mínimo nacional vai voltar a aumentar em 2019.

O secretário-geral do PS considerou hoje que o seu Governo derrubou o mito de que a competitividade económica se faz com baixos salários e frisou que o salário mínimo nacional vai voltar a aumentar em 2019.

“A direita dizia que para Portugal recuperar competitividade era preciso baixos salários e fragilização dos direitos laborais. A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, declarou António Costa no final do jantar do 45.º aniversário do PS, junto ao Cristo Rei, em Almada.

No seu discurso, o líder socialista considerou que o seu Governo, quando foi formado, em novembro de 2015, “teve de derrubar muros, tabus e mitos instalados” na política portuguesa, o primeiro dos quais de que era impossível um executivo suportado por uma maioria de esquerda.

“Esse muro está hoje derrubado. Dois anos e meio depois a solução é estável, funciona e, sobretudo, cumpriu os compromissos com os portugueses”, disse, recebendo palmas da plateia.

António Costa defendeu ainda que o seu Governo, ao fim de dois anos e meio, “demonstrou que é possível sair das políticas de austeridade, fazendo uma boa gestão orçamental” e, por outro lado, “acabou com o complexo do bom aluno” que “está sempre em silêncio” perante a União Europeia.

Neste ponto, o secretário-geral do PS e primeiro-ministro invocou a tradição “universalista” do partido fundado por Mário Soares na República Federal Alemã em 1973, mas também outros socialistas portugueses que assumem altos cargos internacionais.

“Hoje temos um socialista, português, que é secretário-geral das Nações Unidas [António Guterres]. E temos ainda um português, socialista, que é presidente do Eurogrupo [Mário Centeno]”, afirmou.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Casas em leilão

Selo sobre venda de casas deu num ano mais 50 milhões de euros ao Estado

Former U.N. chief Kofi Annan addresses an advisory commission in Sittwe, Myanmar, September 6, 2016. REUTERS/Wa Lone

Kofi Annan: O diplomata premiado pela defesa da paz

Carlos Saturnino, Sonangol.

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Sonangol vai manter posições na Galp e no BCP

Outros conteúdos GMG
António Costa anuncia aumento do salário mínimo em 2019