entrevista

António Costa: “Não há melhor solução que o Montijo” para o novo aeroporto

António Costa, no Algarve. Fotografia: Luís Forra/LUSA
António Costa, no Algarve. Fotografia: Luís Forra/LUSA

O primeiro-ministro diz esperar que a construção do aeroporto seja "ambientalmente possível"

Um novo estudo de impacte ambiental nos terrenos do Montijo, pedido pelo Ministério do Planeamento e Infraestruturas, voltou a lançar dúvidas sobre a futura localização do novo aeroporto. Mas o primeiro-ministro garante que o Montijo é mesmo a “melhor solução”.

Em entrevista ao jornal Expresso, publicada este sábado, António Costa sublinha a urgência que é a construção de um novo aeroporto que complemente a Portela.

“Temos de recuperar de um erro enorme, cometido há dez anos, que foi ter-se considerado megalómano aquilo que hoje é, infelizmente, uma realidade comezinha e dramática do nosso dia a dia. O país já está a ter um custo económico muito elevado com o não ter decidido a tempo e horas a realização de um aeroporto, não podemos atrasar mais a decisão”.

O primeiro-ministro diz esperar que a construção do aeroporto seja “ambientalmente possível” e que o esgotamento do aeroporto Humberto Delgado seja um “caso que todos registem para a história sobre os custos da não decisão”.

Ainda no capítulo dos transportes, Costa falou do atual estado da ferrovia, que tem estado na ordem do dia devido aos problemas verificados nos comboios da CP.

O primeiro-ministro reconhece que o setor atravessa grave problemas e aponta o dedo ao anterior governo. O que se está a passar, diz Costa, “é o resultado de, ao longo de quatro anos, termos um secretário de Estado que entendeu que o principal produto de uma empresa de transportes era o EBITDA. Não interessava se transportava ou não pessoas”. O antigo secretário de Estado dos Transportes era Sérgio Monteiro.

O primeiro-ministro prevê multiplicar por quatro o investimento em ferrovia no final da legislatura.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ex-presidente do BPN, José Oliveira Costa. Fotografia: Rodrigo Cabrita/Global Imagens

Finanças. Antigo BPN está a ajudar a reduzir défice deste ano

Vieira da Silva e Cláudia Joaquim
Fotografia: Leonardo Negr‹ão / Global Imagens

Governo admite eliminar factor de sustentabilidade noutros tipos de pensões

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva  JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Regras das pensões antecipadas que existem em 2018 vão manter-se

Outros conteúdos GMG
António Costa: “Não há melhor solução que o Montijo” para o novo aeroporto