davos

António Guterres. “Continuamos a perder a guerra das alterações climáticas”

A carregar player...

O mundo está a perder a luta contra as alterações climáticas, disse o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, aos líderes no Fórum de Davos

“Continuamos a perder a guerra contra as mudanças climáticas”. O alerta é do secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres e foi proferido esta quinta-feira, durante o Fórum Económico Mundial que decorre em Davos, na Suíça.

Num discurso que tocou em diversos temas relacionados com o ambiente, Guterres frisou que existe uma ameaça existencial para a humanidade e pediu “uma reorientação maciça de recursos para uma transição para a economia verde”. E acrescentou: “Se os grandes emissores de CO2 não se juntarem ao esforço internacional, estamos perdidos”.

Guterres discursou no Fórum Económico Mundial em Davos, que tem sido dominado pela questão das alterações climáticas. Ao contrário de vários líderes, as autoridades norte-americanas e Donald Trump em particular rejeitaram o alerta que tem sido dado durante o evento.

Trump criticou os “profetas da destruição” que alertam para as sérias consequências das mudanças climáticas, num discurso perante todos os líderes políticos e económicos no Fórum Económico Mundial. Mais, chamou os alertas de “foleiros”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

António Guterres. “Continuamos a perder a guerra das alterações climáticas”