Coronavírus

ANTRAM garante suspensão de quarentena imposta aos motoristas de mercadorias

Fotografia: Carlos Barroso/ Lusa
Fotografia: Carlos Barroso/ Lusa

O setor, que não foi contemplado por nenhuma medida de apoio nesta crise, regista uma quebra de 50% dos pedidos de transporte internacional.

A ANTRAM – Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias assegurou junto do Governo que os motoristas de mercadorias não irão ficar em quarentena após passarem a fronteira e entrarem em Portugal.

André Matias de Almeida, porta-voz da ANTRAM, adiantou ao Dinheiro Vivo que a direção da associação chegou hoje a um entendimento com o Governo para que os motoristas tivessem via verde na passagem da fronteira.

Depois de a Direção-Geral de Saúde ter anunciado que, quem entrasse em Portugal a partir desta última segunda-feira, seria obrigado a ficar em isolamento profilático durante duas semanas, registaram-se notificações de quarentena a alguns motoristas de mercadorias quando atravessaram as fronteiras de Vilar Formoso e do Algarve. André Matias de Almeida não conseguiu quantificar o número de notificações.

A situação estava a preocupar a ANTRAM, que considerou a medida “demasiado violenta e com um impacto muito grande nas empresas, principalmente nas pequenas, ao nível dos recursos humanos”, disse o porta-voz da associação.

André Matias de Almeida lembrou ainda que o setor não foi contemplado por nenhuma medida de apoio nesta crise do coronavírus e “denota-se um quebra de 50% dos pedidos de transporte internacional de mercadorias”.

As empresas de transporte rodoviário de mercadorias estão perante “uma situação financeira altamente periclitante”, sublinhou.

Como enfatizou, “há quebras muito grandes no transporte internacional – os camiões vão carregados e vêm vazios – e em janeiro deste ano os motoristas tiveram o maior aumento salarial da sua história, as empresas aumentaram os custos”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
dbrs-1060x594

DBRS mantém rating de Portugal em ‘BBB’ e perspetiva estável

O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

App Stayaway covid

App Stayaway Covid perto do milhão de downloads. 46 infetados enviaram alertas

ANTRAM garante suspensão de quarentena imposta aos motoristas de mercadorias