Apenas 387 funcionários públicos pediram reforma aos 70 anos

São cada vez menos aqueles que esperam até aos 70 anos para avançarem para a reforma, A intenção do Governo está longe de ser consensual.

Em 2017, foram apenas 387 os funcionários públicos que esperaram até aos 70 anos para se aposentarem. O valor representa apenas 3,1% de todas as pensões concedidas pela Caixa Geral de Aposentações nesse ano, segundo o Público, esta sexta-feira.

Noticiado na quinta-feira, o Governo pretende alterar o regime da reforma compulsória por limite de idade, uma medida que obriga os funcionários públicos a deixarem de trabalhar quando completam os 70 anos.

José Abraão, do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (Sintap) justifica a diminuição do número de funcionários que espera pelos 70 anos para se reformar com o facto de, durante o período da troika, muita gente ter preferido deixar o mercado de trabalho mais cedo, apesar das penalizações.

A intenção do Governo não tem sido consensual, com alguns a temer que a alteração possa contribuir para a alteração da idade da reforma ou que cargos se tornem vitalícios.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de