Apoios do Estado ao investimento no interior criam 24 mil empregos

Com a ajuda de fundos comunitários, Plano Nacional de Valorização do Interior já permitiu o investimento de empresas no valor de 3,8 mil milhões de euros.

Os apoios do Estado ao investimento no interior já levaram à criação de cerca de 24 mil postos de trabalho. Através do financiamento por fundos comunitários, já foi possível concretizar investimentos empresariais no valor de 3,8 mil milhões de euros, segundo o jornal Público deste domingo.

Cerca de 20 mil empregos foram criados através de medidas de investimento empresarial, como apoios a projetos de inovação produtiva, do empreendedorismo qualificado, de internacionalização, e de Investigação e Desenvolvimento tecnológico em copromoção com os politécnicos, universidades e centros de investigação.

Os restantes quatro mil postos de trabalho foram conseguidos através dos incentivos diretos à criação de emprego, com investimento de cerca de 200 milhões de euros, refere o jornal com base nos dados da secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira.. O programa Regressar, que apoia os emigrantes que pretendem voltar a Portugal, é um desses incentivos

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de