As 10 qualidades que as empresas procuram quando contratam

O candidato perfeito existe?
O candidato perfeito existe?

O mercado laboral tem vindo a sofrer alterações nos últimos anos e a sua evolução levou a que as empresas valorizem cada vez mais os valores pessoais dos candidatos, não olhando apenas para o respetivos currículo e experiência.

Apesar da tendência atual ditar que os currículos sejam cada vez mais simples – menos informação equivale a menos ruído – os currículos à “la carte” têm vindo a ganhar terreno, ou seja, adaptados especificamente ao cargo pretendido pelos candidatos, segundo o site económico Invertia.

Leia também: 10 dicas de um headhunter de topo para ter sucesso em entrevistas

Assim, além da importância da formação e da experiência profissional, a entrevista adquire uma importância cada vez maior, onde tudo conta – desde a linguagem corporal, a dicção, timbre de voz, confiança – na avaliação do candidato pelo entrevistador.

As 10 qualidades mais apreciadas nos candidatos a emprego:

1. Compromisso total. Com a empresa e com os projetos em que trabalha. Este é o seu segundo lar, um dos locais onde passa mais tempo diariamente, torne-o na sua casa.

2. Responsabilidade. Cumprir os timings nos projetos com o objetivo de otimizar a gestão do tempo. Esqueça o ditado popular “mais vale tarde que nunca”.

3. Envolvimento. Com a filosofia, a missão e os valores da empresa. A capacidade de trabalhar como uma equipa ganha cada vez mais força: “Se a empresa ganha, ganhamos todos”, este deve ser o seu credo.

4. Atitude positiva. Interessar-se e transmitir isto mesmo pelos projetos nos quais se participa. Uma atitude negativa só vai desmotivá-lo e a sua equipa. Modele à sua maneira os projetos em que está envolvido. Preocupe-se em dar-lhe um cunho pessoal, isto vai dar-lhe uma motivação extra.

5. Pro-atividade. Tomar a iniciativa, empreender ações e assumir a responsabilidade pelo sucedido, quer corra bem ou mal, sem deixar que o feedback tenha uma influência negativa ou demasiado positiva.

6. Adaptabilidade. A capacidade de adaptação e resiliência é essencial para sobreviver a longo prazo numa estrutura empresarial. Nada de passos em falso, prime pela discrição quando necessário.

7. Interesse. Pelo cargo a que se está a candidatar, pelo setor e pela empresa em si. Procurar informação sobre a empresa antes da entrevista é uma prática cada vez mais recomendada pelos especialistas.

8. Especialização em novas tecnologias. Num momento em que a internet, as redes sociais e as novas tecnologias adquiriram grande peso, mostrar conhecimentos específicos é um ponto a favor para os candidatos. Dica: Saber navegar somente nas redes sociais não vale.

9. Sinceridade. Mentir no currículo e na entrevista pode fazer com que perca uma boa oportunidade de encontrar emprego e pode queimá-lo para sempre num setor. Não o faça.

10. Empatia. A capacidade de mostrar proximidade e compreensão com os restantes companheiros de trabalho ajuda a criar um ambiente laboral favorável.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: Mário Cruz/Lusa

Investimento público dispara à boleia de estradas e gastos militares

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
As 10 qualidades que as empresas procuram quando contratam