Atividade da reabilitação urbana com subida homóloga de 16,5% em novembro

A produção contratada, indicador que pretende estimar o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, fixou-se em 8,8 meses

O nível de atividade e a carteira de encomendas no segmento da reabilitação urbana registou um aumento homólogo de 16,5% e 18,3% em novembro deste ano, respetivamente, revelou a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN).

De acordo com a associação do setor, em novembro, com base nos dados obtidos no inquérito mensal realizado junto dos empresários do setor que atuam no segmento da reabilitação urbana, observou-se uma "manutenção da trajetória positiva" dos índices Nível de Atividade e Carteira de Encomendas, os quais voltam a registar "crescimentos significativos".

Assim, o índice Nível de Atividade registou uma subida de 16,5% em termos homólogos, semelhante à registada em outubro deste ano, que foi de 16,7%.

Quanto ao índice Carteira de Encomendas, que mede a opinião dos empresários em relação à evolução das obras em carteira, apresentou um crescimento homólogo de 18,3%, isto é, um aumento mais intenso que o verificado no mês anterior (16%).

A nota divulgada refere ainda que a produção contratada, indicador que pretende estimar o tempo assegurado de laboração a um ritmo normal de produção, fixou-se em 8,8 meses, o que traduz uma diminuição face ao observado em outubro e uma estabilização em relação ao apurado há um ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de