Economia

Atividade económica cai em abril e clima económico diminui em maio

Fotografia: Rui Miguel Pedrosa/Global Imagens
Fotografia: Rui Miguel Pedrosa/Global Imagens

Indicador de atividade económica desceu de 0,1 pontos em abril e o indicador de clima económico, disponível até maio, caiu 0,2 pontos, diz o INE

O indicador de atividade económica diminuiu em abril e o indicador de clima económico caiu em maio, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o INE, em Portugal, o indicador de atividade económica desceu de 0,1 pontos percentuais em abril e o indicador de clima económico, disponível até maio, caiu 0,2 pontos.

O indicador quantitativo do consumo privado diminui em abril, “refletindo um contributo positivo menos expressivo de ambas as componentes, consumo duradouro e não duradouro”.

Em aceleração no mês de abril esteve o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (investimento), “devido ao contributo positivo mais intenso das componentes de máquinas e equipamentos e de material de transporte”.

Considerando a atividade económica da perspetiva da produção, e em termos nominais, verificou-se uma diminuição homóloga na indústria e um abrandamento nos serviços, enquanto o índice de produção da construção revelou um crescimento homólogo mais acentuado.

Na área do euro, em maio, o indicador de confiança dos consumidores e o indicador de sentimento económico diminuíram, com os preços das matérias-primas e do petróleo a apresentarem variações em cadeia de -3,0% e 0,6% respetivamente (-0,4% e 8,4% em abril).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  António Horta Osório, CEO do Lloyds Bank

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Horta Osório: O malparado na banca portuguesa ainda é “muito alto”

Outros conteúdos GMG
Atividade económica cai em abril e clima económico diminui em maio