Economia

Atividade económica diminui em março e clima económico estabiliza em abril

Construção de uma das barragens do sistema eletroprodutor do Tâmega, da empresa Iberdrola. Fotografia: Pedro Granadeiro/Global Imagens
Construção de uma das barragens do sistema eletroprodutor do Tâmega, da empresa Iberdrola. Fotografia: Pedro Granadeiro/Global Imagens

Indicador de atividade económica desceu de 2,1 pontos em fevereiro para 2 pontos em março e o indicador de clima económico manteve-se nos 2,3 pontos.

O indicador de atividade económica diminuiu em março e indicador de clima económico estabilizou em abril, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o INE, em Portugal, o indicador de atividade económica desceu de 2,1 pontos em fevereiro para 2,0 pontos em março e o indicador de clima económico, disponível até abril, manteve-se nos 2,3 pontos.

Segundo a “Síntese Económica de Conjuntura” do INE, o indicador quantitativo do consumo privado acelerou em março, “verificando-se uma aceleração da componente de consumo corrente e uma desaceleração da componente de consumo duradouro”.

Em aceleração no mês de março esteve também o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (investimento), “devido ao contributo positivo mais intenso das componentes de máquinas e equipamentos e de construção, enquanto a componente de material de transporte apresentou um contributo positivo menos intenso”.

Considerando a atividade económica da perspetiva da produção, os índices de volume de negócios na indústria e nos serviços desaceleraram, enquanto o índice de produção da indústria diminuiu. Por sua vez, o índice de produção na construção acelerou.

Na área do euro, em abril, o indicador de confiança dos consumidores estabilizou e o indicador de sentimento económico diminuiu, com os preços das matérias-primas e do petróleo a apresentarem variações em cadeia de -0,4% e 8,4% respetivamente (-0,4% e 3,9% em março).

O indicador de atividade económica diminuiu em março e indicador de clima económico estabilizou em abril, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o INE, em Portugal, o indicador de atividade económica desceu de 2,1 pontos em fevereiro para 2,0 pontos em março e o indicador de clima económico, disponível até abril, manteve-se nos 2,3 pontos.

Segundo a “Síntese Económica de Conjuntura” do INE, o indicador quantitativo do consumo privado acelerou em março, “verificando-se uma aceleração da componente de consumo corrente e uma desaceleração da componente de consumo duradouro”.

Em aceleração no mês de março esteve também o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (investimento), “devido ao contributo positivo mais intenso das componentes de máquinas e equipamentos e de construção, enquanto a componente de material de transporte apresentou um contributo positivo menos intenso”.

Considerando a atividade económica da perspetiva da produção, os índices de volume de negócios na indústria e nos serviços desaceleraram, enquanto o índice de produção da indústria diminuiu. Por sua vez, o índice de produção na construção acelerou.

Na área do euro, em abril, o indicador de confiança dos consumidores estabilizou e o indicador de sentimento económico diminuiu, com os preços das matérias-primas e do petróleo a apresentarem variações em cadeia de -0,4% e 8,4% respetivamente (-0,4% e 3,9% em março).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dívida pública está nos 130,3%

Endividamento da economia atinge novo recorde em abril

REUTERS/Pedro Nunes/File Photo

Programa de arrendamento acessível arranca a 1 de julho. Tudo o que deve saber

O presidente do Concelho de Administração do banco BPI, Pablo Forero. TIAGO PETINGA/LUSA

Moody’s baixa rating do BPI para lixo

Outros conteúdos GMG
Atividade económica diminui em março e clima económico estabiliza em abril