Banco de Portugal

Atividade económica mantém-se em novembro e consumo privado volta a cair

Banco de Portugal

O indicador coincidente mensal para o consumo privado recuou para 1,2%. A atividade económica manteve-se em 1,9%.

O indicador coincidente mensal para a atividade económica manteve-se inalterado em novembro, enquanto o indicador para o consumo privado manteve a trajetória descendente iniciada em março, revelou esta sexta-feira o Banco de Portugal (BdP).

“Em novembro, o indicador coincidente mensal para a atividade económica manteve-se inalterado. O indicador coincidente mensal para o consumo privado manteve o perfil de redução iniciado em março de 2018”, lê-se numa nota disponibilizada na página eletrónica do banco central.

Assim, o indicador coincidente mensal para a atividade económica manteve-se em 1,9% em novembro, enquanto o indicador coincidente mensal para o consumo privado caiu para 1,2%, face aos 1,4% registados no mês anterior.

Segundo o BdP, os indicadores coincidentes são “indicadores compósitos que procuram captar a evolução subjacente da variação homóloga do respetivo agregado macroeconómico”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

Angela Merkel e Donald Trump. Fotografia: REUTERS/Kevin Lamarque

FMI corta crescimento da Alemanha, mas Espanha ainda compensa

Outros conteúdos GMG
Atividade económica mantém-se em novembro e consumo privado volta a cair