Saúde

Autarcas defendem PPP de Vila Franca contra os próprios partidos

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)
Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

Autarcas socialistas e do PCP falam em "campanha" montada para prejudicar "um dos melhores hospitais do país".

Há uma “campanha montada para manchar” a reputação de “um dos melhores hospitais do país” que contradiz a opinião “muito positiva dos munícipes com os cuidados de saúde prestados” pelo Hospital Vila Franca de Xira.

“É necessário esclarecer a opinião pública de que a resposta que o hospital tem dado às populações é muito positiva”, frisam os autarcas do PS e do PCP

A acusação vem dos presidentes das câmaras de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Vila Franca de Xira e Benavente (quatro eleitos pelo PS e o último pelo PCP), as cinco servidas pela unidade gerida em parceria público-privada pelo grupo José de Mello Saúde, num comunicado em que lamentam que se recorra a “campanhas de desinformação” para “tentar denegrir a imagem desta unidade de saúde”, “inquietando populações” e em “nada beneficiando a tranquilidade exigida aos serviços de saúde e o respeito pelos seus profissionais”.

“É necessário esclarecer a opinião pública de que a resposta que o hospital tem dado às populações é muito positiva e que os munícipes estão satisfeitos com os cuidados de saúde prestados”, escrevem Pedro Folgado (Alenquer), André Rijo (Arruda dos Vinhos), Luís de Sousa (Azambuja), Carlos Coutinho (Benavente) e Alberto Mesquita (Vila Franca de Xira), lembrando que o Hospital Vila Franca de Xira “foi inaugurado em abril de 2013 e desde então tem vindo a ser reconhecido por diversas entidades como um dos melhores do país”.

Contrariando as notícias de doentes internados no refeitório e outras que consideram parte de uma “campanha de desinformação, uma tentativa de denegrir a imagem desta unidade de saúde”, sublinham os resultados obtidos em 2018 no SINAS – Sistema Nacional de Avaliação em Saúde, “promovido pela Entidade Reguladora da Saúde, ou o reconhecimento recebido nos prémios TOP 5 – A Excelência dos Hospitais, promovido pela multinacional de benchmarking clínico IASIST, que nomeou o Hospital Vila Franca de Xira como um dos três melhores do país no seu grupo de comparação”.

“Estas distinções contribuem para o aumento da procura registada e acentuam a necessidade de ampliar esta unidade, uma realidade há muito conhecida das autoridades e para a qual têm sido apresentadas alternativas pelo hospital para aumentar a capacidade de internamento e servir a população que a ele recorre”, frisam ainda aqueles autarcas, defendendo a PPP que o governo decidiu, após reiterada pressão do Bloco e do PCP para acabar com este modelo, não renovar.

Leia mais aqui sobre o fim da PPP de Vila Franca de Xira

Agora, são os próprios autarcas do PS e do PCP que defendem o hospital que serve as suas populações quer contra as notícias que consideram falsas e difamatórias quer contra a determinação do PS, apoiado pelos partidos à sua esquerda, de não renovar o contrato com o grupo José de Mello Saúde.

” Enquanto estruturas próximas e que acompanham a realidade desta unidade de saúde e as pessoas que a procuram, as Câmaras Municipais da área de influência do Hospital Vila Franca de Xira fazem questão de reconhecer publicamente que se verificaram ganhos a diversos níveis em relação ao antigo hospital, desde o aumento do número de especialidades disponíveis à melhoria generalizada da qualidade dos cuidados prestados, pelo que exortam a que o Hospital Vila Franca de Xira e os seus profissionais possam continuar a ter o desempenho até aqui demonstrado.”

Os autarcas acrescentam ainda que é “fundamental analisar esta matéria do ponto de vista do padrão da qualidade dos serviços prestados à população”, exortando o governo a “tomar as necessárias medidas, tendentes à ampliação das instalações do hospital”, de forma a reforçar a oferta de especialidades, “de modo a melhorar a qualidade, já elevada, dos cuidados de saúde hospitalares prestados às nossas populações”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno, ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo. Fotografia: EPA/STEPHANIE LECOCQ

Peso da despesa com funcionários volta a cair para mínimos em 2020

26/10/2019 ( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Conselho de Ministros aprovou Orçamento do Estado

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República portuguesa. Foto: REUTERS/Benoit Tessier

OE2020: PR avisa que é preciso “ir mais longe” em matérias como a saúde

Outros conteúdos GMG
Autarcas defendem PPP de Vila Franca contra os próprios partidos