Bagão Félix. Classe média é taxada como se fosse "rica"

Ex-ministro das Finanças defende a reposição dos escalões de IRS

O ex-ministro das Finanças, Bagão Félix, considera que o IRS está a taxar a classe média como se ela fosse rica.

Em entrevista à Antena 1 e Jornal de Negócios, Bagão Félix defendeu que a prioridade do Governo para 2018 deve ser a reposição gradual dos escalões anteriores do IRS mas a última reforma levou a que a classe média fosse taxada como se fosse rica.

O ex-ministro explica que “temos cinco escalões, o que sujeita qualquer rendimento mediano a taxas marginais elevadíssimas. Desde a última reforma as pessoas que pagam IRS são na grande maioria fiscalmente ricas, embora sejam da classe média e mediana e, às vezes, relativamente baixa. É preciso ter em conta que só 52% das famílias pagam IRS”, avisa.

A reposição dos escalões de IRS já tinha sido admitida pelo primeiro-ministro António Costa, no próximo ano e "de forma equilibrada".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de